19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Sesau esclarece morte de mulher na UPA do Coronel Antonino

A- A+

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), por meio da assessoria de imprensa conversou com a reportagem do MS Notícias na tarde hoje, para esclarecer o caso da mulher de 36 anos que morreu nesta manhã na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino. De acordo com a secretaria, Lenir Maciel da Silva morreu vítima de uma parada cardíaca.

Lenir deu entrada na UPA juntamente com seu marido Luiz Carlos Andrade, 38 anos, por volta das 19h30 de ontem, com fortes dores abdominais. Segundo a assessoria de imprensa da Sesau, assim que a mulher chegou à unidade foi atendida e medicada e aguardava melhora na sala de repouso.

Segundo informações apuradas pela reportagem do MS Notícias, Lenir foi avaliada novamente às 2h pela equipe médica que aplicou outra medicação analgésica para sua melhora. Após esse atendimento, o marido, que estava acompanhando a mulher na sala de repouso, avisou os médicos que Lenir havia piorado.

Foi quando Lenir foi transferida para a emergência da UPA sofreu uma parada cardíaca e por volta das 7h veio a falecer.

De acordo com Luiz Carlos, sua mulher passou recentemente por uma cirurgia para a retirada dos rins e as dores que Lenir sentia poderia ser consequência. A Sesau deixou claro para a reportagem que todo apoio foi prestado a paciente, mas infelizmente não conseguiu ser reanimada após a parada cardíaca.

O corpo de Lenir está neste momento passando por necropsia pelo Serviço de Verificação de Óbito e em cerca de duas horas o laudo com o motivo da morte estará pronto e o corpo de Lenir será liberado para os familiares.

Karla Machado