22 de junho de 2024
Campo Grande 25ºC

Saúde

Técnicos da ONU visitam CG com equipe do Ministério da Saúde

O Unodc possui escritórios de campo, nacionais e regionais, que cobrem mais de 150 países

A- A+

A equipe da Unodc (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes), juntamente com o técnicos do Ministério da Saúde, estarão amanhã em Campo Grande, na SESAU (Secretaria Municipal de Saúde), para uma visita técnica nas Ongs parceiras nos testes de fluído oral para HIV.

No período da manhã, as equipes estarão reunidas com o prefeito Gilmar Olarte, o secretário municipal de Saúde Jamal Salem, com os programa Municipal e Estadual DST/AIDS. No período da tarde terá uma apresentação da Ong Águia Morena e Projeto Fluido Oral, no Conselho Estadual de Saúde. Veja abaixo demais acontecimentos durante o dia.

O Brasil, como Mato Grosso do Sul, é signatário da Unodc, que implementa medidas que refletem as três convenções internacionais de controle de drogas e as convenções contra o crime organizado transnacional e contra a corrupção. O trabalho do UNODC está baseado em três grandes áreas: saúde, justiça e segurança pública.

Programação

 8:30 - Reunião com o secretário Municipal de Saúde e o prefeito Gilmar Olarte;

10:00hs - Visitas nos serviços parceiros do Projeto Fluido Oral - CTA e CAPS AD,

11:00hs - Almoço Programado

14:00HS - Visita no CADRI;

15:30HS - Visita no Águia Morena;

16:30HS - Visita no Campo periodo vespertino - Trabalho de Rua;

19:00HS - Visita a Noite;

21:00HS - Encerramento de acordo com a necessidade da equipe e visita técnica.

Sobre a Unodc


Criada em 1997 o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) implementa medidas que refletem as três convenções internacionais de controle de drogas e as convenções contra o crime organizado transnacional e contra a corrupção. O trabalho do Unodc está baseado em três grandes áreas: saúde, justiça e segurança pública. Dessa base tripla, desdobram-se temas como drogas, crime organizado, tráfico de seres humanos, corrupção, lavagem de dinheiro e terrorismo, além de desenvolvimento alternativo e de prevenção ao HIV entre usuários de drogas e pessoas em privação de liberdade.

No campo da saúde, o Unodc trabalha no sentido de garantir o acesso universal aos serviços de saúde como um direito humano fundamental, independentemente da condição social ou da situação jurídica das pessoas. Nesse sentido, o Unodc se esforça para garantir o acesso a tratamento para usuários problemáticos de drogas e para garantir o atendimento integral de saúde também nos ambientes prisionais. Além disso, conduz esforços de prevenção voltados para a população em geral, a fim de conscientizar as pessoas sobre os riscos do uso abusivo de drogas.

Na área de justiça, o Unodc trabalha pela manutenção e pelo desenvolvimento do Estado de Direito, auxiliando os países, por meio da implementação de instrumentos jurídicos internacionais relevantes, a desenvolver sistemas de justiça íntegros e justos, além de sistemas prisionais adequados, sempre a partir da perspectiva do respeito aos direitos humanos.

No campo de segurança pública, o Unodc trabalha para ampliar a capacidade dos países em oferecer uma resposta à criminalidade. Para isso, busca reforçar a ação internacional contra a produção de drogas, o tráfico e a criminalidade associada às drogas, por meio de iniciativas como projetos de desenvolvimento alternativo, monitoramento de cultivos ilícitos e programas contra a corrupção e a lavagem de dinheiro. Promovendo o intercâmbio de boas práticas e soluções, o Unod busca concertar a ação cojunta dos países no enfrentamento ao crime organizado internacional, buscando reforçar o Estado de Direito e promover a estabilidade dos sistemas de justiça criminal.

O Unodc possui escritórios de campo, nacionais e regionais, que cobrem mais de 150 países. Trabalhando diretamente com governos e organizações não-governamentais, as equipes de campo desenvolvem e implementam programas de controle de drogas e de prevenção à criminalidade, sempre adaptados às necessidades locais dos países atendidos.