13 de junho de 2024
Campo Grande 22ºC

UPA da Moreninha III está pronta, mas sem inauguração, virou alvo de vândalos

A- A+

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Moreninha III está com as obras paradas desde que o atual prefeito, Gilmar Olarte(PP) assumiu a cargo em 14 de março. A unidade está abandonada, com apenas um funcionário da construtora que cuida para que vândalos não destruam o que já está pronto. Com a chuva de ontem, uma vidraça foi quebrada e há pichações por toda a unidade. Funcionários do CRS (Centro Regional de Saúde) e da UBS (Unidade Básica de Saúde) acreditavam que a UPA seria inaugurada no aniversário de Campo Grande, o que não ocorreu. “Se não inauguram a UPA não tem como reformar a UBS, que está sobrecarregada de pacientes que vem de todo o canto da cidade, inclusive do bairro Cidade Morena, onde o clínico geral está de férias e a demanda recai para nossa unidade”, disseram.Pelo que a reportagem constatou, a UPA está praticamente terminada, faltando apenas a calçada de acesso à ambulância e de pedestres, e alguns pequenos reparos em partes elétricas. Algumas portas que já estavam com vidros foram quebras. O funcionário que cuida da construção, preferiu não se identificar, e disse que o local já foi inclusive mobiliado. "Falta apenas boa vontade do prefeito para inaugurar e colocar para funcionar." “Não sabemos quando vai inaugurar, não existe previsão e as obras estão paradas. Já é a segunda vez que as obras param, na gestão do Nelsinho Trad, que foi quando as obras iniciaram e agora. Eu já trabalho aqui há dois anos e meio e as obras estão praticamente pronta, faltando apenas alguns reparos para dar inicio às atividades”, disse. A UPA da Moreninha III faz parte do Distrito Sanitário Leste que compreende a região urbana do Bandeira, delimitado geograficamente pelas avenidas Guaicurus (divisa com Distrito Sul), Eduardo Elias Zahran (Distrito Central/região Central) e BR-262 (divisa com Distrito Norte). Nesta região existem dois  CRSs (Centros Regionais de Saúde 24 horas) que são CRS Tiradentes e CRS Moreninha III, uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que é a UPA Universitário, cinco UBSs (Unidade Básica de Saúde), que são: UBS Moreninha III, UBS Cidade Morena, UBS Carlota, UBS Universitário e UBS Tiradentes, três UBSF (Unidade de Saúde Básica da Família) que são: UBSF MAPE, UBSF Três Barras e UBSF Itamaracá, um CEO (Centro Especializado Odontológico), da Cidade Morena e uma Policlínica Odontológica do Universitário e o Hospital da Mulher .A falta de funcionários, principalmente os administrativos e médicos como ginecologistas e pediatras é uma das reclamações dos moradores, pois a demanda de pacientes é grande e as UBSFs fazem atendimento somente para moradores de bairros pré-definidos e não comportam atender todos os moradores dos bairros, o que causa migração para a UBS Moreninha III. “A UPA é muito importante para a região das Moreninhas porque fará um atendimento mais especializado e também para a realização de exames, pois hoje o paciente tem que sair daqui e ir fazer exames lá no Nova Bahia, Vila Almeida, Aero Rancho e se tiver esses equipamentos por aqui vai facilitar tanto a vida dos funcionários quanto da população”, explicou uma funcionária. O secretário de saúde do município de Campo Grande foi procurado pela reportagem, mas ainda não tivemos o retorno até o fechamento desta matéria. Leide Laura Meneses