25 de junho de 2024
Campo Grande 26ºC

Vereadores criticam indecisão de Olarte na administração municipal

A- A+

Os vereadores de Campo Grande se mostraram surpresos na manhã de hoje, após saberem que o prefeito da  Capital, Gilmar Olarte (PP), voltou atrás e vai manter o período integral para os alunos dos Ceinfs (Centro de Educação Infantil), ao contrário do que vinha afirmando e ao contrário do que foi divulgado no site da própria prefeitura municipal.

Para Chiquinho Telles (PSD), integrante da Comissão da Educação da Casa de Leis, a veiculação da informação de que a carga horária dos Ceinfs seriam reduzidas é mais uma prova de que Olarte é mal assessorado e de que não há diálogo entre ele e os secretários, já que o prefeito, na manhã de hoje, jogou a culpa para a secretária de educação, Angela Brito, de ter tomado providências sem ele ter conhecimento.

Já para o vereador Eduardo Romero (PT do B), não da para admitir que uma secretaria, independente de qual for, tome uma decisão e a torne pública para depois corrigir. “Parece que não há diálogo entre eles”, disse.

Já a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), oposição ao prefeito, disse se referindo ao horário dos Ceinfs e a falta de vagas “se não for uma falácia, é uma atitude que o prefeito tinha que ter tomado quando chegou na prefeitura”.

Luiza e Thaís Helena (PT) lembraram que a falta de vagas nos Centros é uma história que se repete há mais de seis anos, sempre com o déficit de vagas de 10 mil alunos. Outra falha das administrações foi ter construído grandes centros de moradias, como na região do Caiobá, com população de 29 mil pessoas, sem planejamento de escolas, Ceinfs e linhas de ônibus.

Carlão (PSB), base do prefeito na Câmara, também criticou a postura do chefe do executivo municipal que em menos de 48 horas se contradisse. Na manhã de ontem, na Esplanada Ferrovária, Olarte garantiu que o tempo de permanência nos Ceinfs seria reduzido.

“Nós estamos tentando organizar a base,  e sempre surge um fato que estremece, isso é grave, ficou feio para a população e mais ainda pro prefeito, já que a matéria repercutiu nacionalmente no Bom Dia Brasil”, lembrou.

Para todos os vereadores, essa atitude não passou de uma jogada política, e se não foi, Olarte e sua equipe devem tomar cuidado para não desgastar a população, os próprios vereadores, e a equipe. Além disso, os parlamentares não descartam chamar a secretária da educação, Angela Brito para uma audiência na Câmara Municipal.

 Tayná Biazus