22 de junho de 2024
Campo Grande 30ºC

Vereadores pensam que Olarte aplicou muito dinheiro no Centro Pediátrico e esqueceu das outras unida

A- A+

Vereadores de Campo Grande apontaram o Centro Pediátrico como um dos causadores por a saúde estar cada vez pior na cidade. Eles dizem que os recursos que deveriam ser utilizados para terminar as UPAS e investi r mais em profissionais e equipamento  e foram aplicado em apenas no Centro, que faz atendimento somente infantil e até agora não se tem notícias que as internações já estão acontecendo naquele prédio, o que tem atrapalhado o término de várias obras.

Para o vereador Paulo Pedro (PDT), o caos na saúde se deve ao fato do prefeito não mandar os recursos para que o atendimento á população aconteça. “O caos na saúde acontece por o executivo não estar mandando recursos para que possam acontecer as coisas. É uma administração sem planejamento, e realmente a saúde como um todo está um caos, as UPAS estão um caos, as UBSs estão um caos e as UBSFs também está tudo um caos. Está terrível para a saúde, o prefeito centralizou o gasto todo no Centro Pediátrico e esqueceu o resto”, afirma o vereador. Pedra ainda diz que todas as obras na área da saúde estão paradas porque a prefeitura não deu a contrapartida, a união fez a parte dela, mas o município não. “É lamentável nós assistirmos a tudo isso”, ponderou.

O vereador Chiquinho Telles (PSD) disse que tem orientado o prefeito Gilmar Olarte (PP) e o secretário de saúde, Jamal Salem para resolver primeiro os problemas da ponta, para depois centralizar. “Eu tenho dito para o prefeito e o secretário Jamal, dá para fortalecer  primeiro na ponta, terminando o que foi iniciado pelo Nelsinho Trad, terminando as três UPAS, que estão com obras paralisadas por falta de pagamento aos empresários”, disse Telles.

O vereador também compactua da mesma opinião de Pedra, com relação ao investimento no Centro Municipal Pediátrico. “Deram muita atenção ao Centro Pediátrica e esqueceram da ponta. O Centro Pediátrico é bom, mas é um saco sem fundo. Agora eu acho que o prefeito deveria terminar essas obras e aí as reclamações diminuiriam e desafogaria um pouco, relatou.

Telles ainda disse que os inquéritos do MPE (Ministério Publico Estadual), por denúncias de irregularidades na UBSFs já era esperado, visto que a população quer uma satisfação pela falta de profissionais e atendimento nas unidades de saúde. “Isso vai gerando muito desconforto para as pessoas que procuram atendimento, isso já era esperado”, afirmou. O vereador ainda falou que acha boa essa intervenção porque a população precisa de atendimento mais rápido, que tenha mais médicos. “Se as reclamações procedem eu acho importante, eu acho que alguém precisa investigar isso de perto”, concluiu.

 Leide Laura Meneses