19 de junho de 2024
Campo Grande 22ºC

CIÊNCIA E EDUCAÇÃO

Aberto, edital da Fundect oferece bolsas de R$ 7,5 mil para pesquisadores doutores

Ao todo serão investidos de R$ 6,3 milhões por meio do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional no Estado de Mato Grosso do Sul

A- A+

A Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (Fundect) abriu um edital com bolsas de R$ 7,5 mil para pesquisadores doutores em Mato Grosso do Sul. As inscrições podem ser feitas até 26 de junho.

Os os auxílios para custeio serão de R$ 50 mil para cada projeto aprovado. As inscrições são feitas exclusivamente via internet, acessando o site da SigFundect.

Ao todo serão investidos de R$ 6,3 milhões por meio do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional no Estado de Mato Grosso do Sul (PDCTR), parte do pacote de 7 editais lançados pela Fundect, com investimentos de 22,4 milhões em bolsas e pesquisa, como mostramos aqui.  

A Fundect é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc). Os recursos surgem de uma parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A chamada tem como foco principal promover avanços nas áreas de ciência e tecnologia, com ênfase no desenvolvimento regional, além de contribuir para a formação de recursos humanos qualificados e fortalecer a integração entre instituições de pesquisa e o setor produtivo.

Serão concedidas bolsas e auxílios, durante o período de 36 meses, à pesquisas para doutores nas áreas de Agronegócio, Bioeconomia, Biotecnologia, Cidades Inteligentes, Energias Renováveis, Biodiversidade, Saúde Animal, Saúde Humana, Tecnologias Sociais e Assistivas.

O diretor-presidente da Fundect, Márcio Pereira, destacou a importância desses investimentos para o futuro do Estado. "Este edital representa uma oportunidade única para pesquisadores e instituições de Mato Grosso do Sul. O volume de recursos disponibilizados reflete a grandiosidade do projeto e a importância dos investimentos para o desenvolvimento científico e tecnológico", disse. 

REQUISITOS 

Além de atender aos objetivos, os projetos também precisam se enquadrar em duas vertentes de pesquisa: Regionalização e Interiorização. A primeira é caracterizada pela atração de pesquisadores doutores oriundos de outros estados para instituições de ensino superior e/ou pesquisa sediadas no Estado de Mato Grosso do Sul, mais especificamente, nos municípios de Campo Grande e Dourados. 

Já a vertente interiorização é caracterizada pela atração de pesquisadores doutores para instituições de ensino superior e/ou pesquisa sediadas no Estado de Mato Grosso do Sul, em microrregiões de baixo desenvolvimento científico, tecnológico e inovação (fora das áreas metropolitanas Campo Grande e Dourados). 

Os critérios de elegibilidade para proponentes e instituições executoras estão disponíveis no edital de abertura, no site da Fundect em https://www.fundect.ms.gov.br/pdctr/.