17 de abril de 2024
Campo Grande 21ºC

FECHADA COM BOLSONARO

Adriane Lopes recebe Michelle Bolsonaro e agita direita na Capital de MS

Extremistas apontam traição aos 'fiéis' do PL

A- A+

Diversos militantes da direita começaram, nesta 6ª.feira (23.fev), a disparar cards em grupos de mensagens sugerindo que Adriane Lopes — atual prefeita e pré-candidata à reeleição — estaria ‘fechada com Jair Bolsonaro’, nas eleições 2024 em Campo Grande (MS).

A agitação dos militantes ocorre em meio à visita da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro na Capital sul-mato-grossense. 

Diversos direitistas reclamaram da atenção dada por Michelle à chefe do Executivo que pertence ao PP e não ao PL. “Aqui jaz a credibilidade da direita e do PL”... “Traição, sem vergonhice, canalhice com os fiéis do PL daqui (sic)”, esbravejam em algumas mensagens em resposta a arte abaixo:

Não é exagero dos militantes a proximidade entre a pepista e Michelle, pois Adriane foi até mesmo receber a esposa de Bolsonaro no aeroporto e lhe deu uma Bíblia cristã de presente. Na ocasião, fizeram uma foto (da capa da notícia). 

Michelle cumpre agenda do PL amanhã, às 10h, num shopping da cidade. Lá, a extremista de direita deve reunir-se com “mulheres conservadoras e de direita”. O partido chamou o momento de ‘Encontro do PL Mulher no Mato Grosso do Sul’.

PRÉ-CANDIDATO A VICE

Tenente Portela será vice de Adriane Lopes em Campo Grande, dizem fontes. Foto: ReproduçãoTenente Portela será vice de Adriane Lopes em Campo Grande, dizem fontes. Foto: Reprodução

Levada pela ex-ministra e atual senadora Tereza Cristina ao PP em 2023, Adriane Lopes está com a maioria das peças do xadrez político, o que devem lhe garantir o apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro. 

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, além de ter maior o Capital político, apoio da senadora, proximidade com a ex-primeira-dama, Adriane ainda deve dar a cartada de ter como vice em sua chapa Aparecido Andrade Portela, mais conhecido como Tenente Portela, presidente do Diretório Municipal do Partido Liberal de Campo Grande.

Portela foi coordenador municipal de Proteção e Defesa Civil, com status de secretário, durante o mandato de Adriane Lopes. Portela também é o primeiro suplente da senadora sul-mato-grossense, Tereza Cristina, do PP.

Em contraponto, em prol de nomes próprios do PL à corrida pelo Executivo, tem apenas deputados de primeira viagem.