18 de junho de 2024
Campo Grande 27ºC

André aconselhou PMDB a não ocupar cargos na administração de Reinaldo

A- A+

"Parece que fui seguido. Eu aconselhei o PMDB que não pedisse cargos no governo. Nós não precisamos de cargo no governo para auxiliar uma administração que apresente bons projetos", afirmou hoje à tarde o governador André Puccinelli (PMDB) em resposta às declarações do presidente regional do partido, deputado estadual Junior Mochi, que havia manifestado pela manhã a indicação do partido de não compor efetivamente o governo de Azambuja.

Segundo Puccinelli, o PMDB deve assegurar a partir de 2015 independência na Assembleia Legislativa para manter sua autonomia e trabalhar com isenção na votação de projetos para garantir que a administração de Reinaldo trabalhe em prol do desenvolvimento do Estado.

"Temos que ser independentes suficiente para quando forem apresentarem projetos do executivo trabalharmos para melhorá-los. O PMDB de mato Grosso do Sul não é um toma lá da cá. Apoiaremos sem ter participação em cargos administrativos. Tudo o que pedimos é respeito", finaliza.

Com esta declaração de independência, que tem sido defendida pelo deputado estadual Eduardo Rocha, líder do partido na Assembleia, o PMDB deixa claro que Reinaldo terá sim governabilidade, mas que essa costura não será tão simples e deverá ser feita cuidadosamente.

Heloísa Lazarini e Karla Machado