19 de janeiro de 2021
Campo Grande 27º 21º

Prefeitos do PSB declaram apoio a Delcídio mesmo depois de conversa entre Azambuja e Murilo

O prefeito de Dourados Murilo Zauiht (PSB) pediu ao deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) que pensasse na possibilidade de incluir alguém do PSB (Partido Socialista Brasileiro) em uma chapa majoritária, caso a aliança entre o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e PT (Partido dos Trabalhadores) seja rejeitada pela executiva nacional.

Ao contrário de Zauiht, o prefeito Renato Rosa de Bela Vista, o prefeito Gerson Garcia de Nioaque e o vice-presidente do Diretório Regional do partido, ex-deputado Sérgio Assis fizeram questão de declarar durante uma reunião com prefeitos de municípios que integram o Cidema (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento das Bacias dos Rios Miranda e Apa).

O apoio ao pré-candidato Delcídio do Amaral (PT) ao governo do Estado.  “Eu apoio o senador por duas razões: primeiro em gratidão a tudo o que ele fez por Bela Vista e também porque que tenho a certeza de que, eleito governador, ele vai nos ouvir e encontrar conosco as soluções para os problemas do nosso município, como sempre fez ao longo de seu mandato como senador”, disse o prefeito Renato Rosa.

Já o prefeito Gerson Garcia destacou o trabalho que Delcídio faz não só em favor de Nioaque, mas para todos os municípios da região. “O senhor tem uma visão ampla das nossas necessidades e sabe que no Sudoeste os problemas são comuns aos municípios. Tem a questão do atendimento a saúde, por exemplo, que começará a melhorar a partir da construção do hospital de Jardim, fruto de uma emenda do senador ao Orçamento da União. Estou com o senhor, sou seu parceiro até debaixo d’água e se a decisão da direção do PSB for diferente da minha eu saio do partido”.

Assis ressaltou que acredita na maneira como Delcídio conduz o mandado e se relaciona com a população.  “Nós estamos construindo esse projeto não é de hoje e não vamos trocar o certo, que é Delcídio no governo, pelo duvidoso. Estamos preparados para resistir a qualquer pressão contrária a essa nossa decisão porque o PSB não é um partido de submissão. O modelo adotado pelo PMDB em Mato Grosso do Sul se exauriu e a gente sente que o estado quer viver um novo momento”.

Satisfeito com os elogios, Delcídio agradeceu o apoio e disse que vai continuar trabalhando pelo desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul.

“Fico muito honrado com essas manifestações e elas me animam a trabalhar, cada vez mais, para construir um estado onde a prioridade seja o cidadão, com foco na melhoria da saúde, da segurança e da educação, com uma economia diversificada e forte, onde se respeite o meio ambiente e haja oportunidade para todos. Se for eleito governador pretendo fazer uma gestão municipalista, de mãos dadas com os prefeitos e fortalecendo os consórcios intermunicipais como o Cidema, descentralizando o governo, e criando superintendências regionais para atender mais rapidamente as prefeituras e os cidadãos”, afirmou o senador.

Dany Nascimento