23 de maio de 2024
Campo Grande 24ºC

ACAMPAMENTOS GOLPISTAS

Bancada do PT cobra Sejusp para desmanche de QGs golpistas em MS

Secretário de Justiça de MS se posiciona sobre ordem de Alexandre de Moraes

A- A+

Representantes das bancadas federal, estadual e campo-grandense do Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso do Sul estiveram hoje (9.jan.23) na sede da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em Campo Grande, para cobrar o cumprimento da decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, que determinou que os acampamentos golpistas na frente de quartéis sejam desmontados no prazo de até 24 horas.

O deputado federal Vander Loubet, o deputado estadual eleito Zeca do PT, o vereador Ayrton de Araújo e a suplente de vereadora Luiza Ribeiro foram recebidos pelo titular da Sejusp, Antonio Carlos Videira.

Na ocasião, os representantes do PT-MS apresentaram ao secretário um requerimento no qual pedem o imediato cumprimento da decisão de Moraes. O documento foi assinado também pela vereadora e deputada federal eleita Camila Jara (cujo advogado acompanhou a reunião) e pelos deputados estaduais Amarildo Cruz e Pedro Kemp.

Vander, Zeca, Ayrton e Luiz pontuaram a Videira que os atos terroristas praticados em Brasília na tarde de domingo (8) requerem uma atuação forte e conjunta de todos os governadores da Federação e destacaram que os acampamentos golpistas — como o que existe em frente ao Comando Militar do Oeste (CMO), na Capital — foram a semente para a mobilização e organização do terror visto na Capital Federal, daí a necessidade que sejam desmontados e desmobilizados.

Videira afirmou aos parlamentares que o caos visto em Brasília ontem ultrapassou todos os limites aceitáveis dentro da democracia e que compartilha do repúdio divulgado pelo governador Eduardo Riedel, que deve chegar hoje a Brasília para a reunião organizada por governadores e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tratar do episódio de domingo.

O secretário de Justiça e Segurança Pública também destacou à bancada do PT-MS que a decisão do ministro Alexandre de Moraes será cumprida e que os preparativos para essa ação estão em andamento.

Na saída da reunião, Vander e Zeca afirmaram terem confiança nas ações que serão tomadas pela Sejusp e frisaram que também devem procurar o Ministério Público Federal (MPF) para cobrar a investigação e punição dos financiadores do acampamento no CMO e das caravanas sul-mato-grossenses que estiveram em Brasília durante os atos terroristas, que culminaram com a depredação das sedes dos Três Poderes da República - Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal.