16 de agosto de 2022
Campo Grande 33º 23º

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro, enfim, assume apoio a Eduardo Riedel e trai Capitão Contar

Mesmo ignorado por Bolsonaro, Contar ainda segue espalhando materiais gráficos em que aparece ao lado do presidente

A- A+

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou na noite desta quinta-feira (4.ago.22) que irá apoiar o candidato dos tucanos, Eduardo Riedel, para sucessão de Reinaldo Azambuja em Mato Grosso do Sul, nas eleições de 2022. Com isso, Bolsonaro sacramentou sua traição ao pré-candidato Capitão Contar (PRTB), bolsonarista raiz que chegou a dizer que duvidava que Bolsonaro fosse apoiar Riedel.  

A confirmação do apoio a Riedel ocorreu durante a convenção do PL, no Ondara Executive, em Campo Grande, onde foi oficializada a candidatura de Tereza Cristina que disputará a única vaga para o Senado.

“Um abraço especial pro Eduardo Riedel, o nosso pré-candidato ao governo do Estado, ao meu amigo Portela, que vai fazer essa dobradinha com a Tereza, e todos aí no Mato Grosso do Sul. Que Deus ilumine todos vocês”, disse o presidente durante uma vídeo-chamada feita pelo presidente regional do PL, Rodolfo Nogueira.

O 'Portela' a qual Bolsonaro se referiu por vídeo, é Aparecido Andrade Portela, conhecido como Tenente Portela. Militar que serviu com Bolsonaro em Nioaque nos anos 70. Portela foi escolhido para ser o 1º suplente na chapa de Tereza Cristina. "Temos um time que fará muito pelo MS", considerou a candidata.

Eduardo Riedel, por sua vez, ressaltou a força da aliança com o presidente Bolsonaro e Tereza. "Temos uma aliança em torno de um projeto para Mato Grosso do Sul e para o Brasil. Não podemos retroceder”, afirmou.

ÚLTIMO DIA PARA OFICIALIZAR 

Contar quer dar palanque para Bolsonaro, mas não receberá apoio do mandatário. Foto: Divulgação Contar quer dar palanque para Bolsonaro, mas não receberá apoio do mandatário. Foto: Divulgação 

Mesmo ignorado por Bolsonaro, Contar ainda segue espalhando materiais gráficos em que aparece ao lado do presidente.  

Nesta sexta-feira (5.ago.22), Contar disse que realizará a convenção do Partido Renovador, Trabalhista, Brasileiro (PRTB). O  evento deve acontecer às 18h, no Grand Park Hotel. O evento irá confirmar as candidaturas para governador e vice, deputados federais e estaduais. Contar será o último pretendente a disputar o cargo estadual a oficializar sua candidatura, pois Riedel e André Puccinelli (MDB), devem oficializar suas candidaturas na manhã desta sexta-feira, 5 de agosto. 

Ao anunciar que manterá sua convenção mesmo tendo sido orientado por Bolsonaro a 'esperar sua vez', Contar disse: “As pessoas não querem mais votar nos mesmos candidatos, que já tiveram sua oportunidade e que representam a velha política. As pessoas querem sangue novo, querem pessoas honestas. Gente que possa trazer esperança para o nosso Estado. E fico muito feliz de poder estar representando esse anseio”, declarou o pré-candidato Capitão Contar.

Ainda que traído por seu ídolo, Contar sustenta que se mantém bolsonarista. 

Também, ao divulgar sua convenção, Contar citou que é diferente de alguns “caroneiros”.