18 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 22º

PRESIDENTE AMERICANO

Colégio confirma Biden presidente dos EUA; Bolsonaro "faz a egípcia"

Dos 19 membros do G20, Bolsonaro é o único que ainda não reconheceu vitória de Joe Biden

A- A+

O presidente americano confirmado vencedor por 306 votos a 232, depois de recontagem e tudo que pudesse ser feito é Joe Biden, reafirmado vitorioso pelo Colégio Eleitoral americano ontem, 14 de dezembro, quase 1 mês e meio após vencer nas urnas ao enfrentar o republicano Donald Trump, que até o momento não reconhece a derrota. O presidente Jair Bolsonaro do Brasil, país integrante do chamado G 20 (19 maiores economias do mundo), é o único do Grupo que não parabenizou Biden pela vitória até esta 3ª-feira (15.dez), e segue "fazendo a egípcia" — jargão popular para definir atitude de fingir que não estava escutando ou virar a cara ou reprovar algo ou alguém.

O Congresso Nacional recebe e sanciona no dia 6 de janeiro os resultados de cada estado, mas o processo de escolha do novo chefe de Estado americano se encerrou. “Entendo que alguns se sintam frustrados com o resultado”, afirmou o líder republicano no Senado, John Thune, da Dakota do Sul. “Mas tem uma hora que precisamos começar a dançar conforme a música.” Lentamente, o comando republicano todo está reconhecendo a vitória. “Especialmente por estarmos numa pandemia, uma transição de governo ordeira seria crucial” explicou Lamar Alexander, do Tennessee, um dos mais influentes no partido.

É neste processo conturbado que Trump anunciou a saída do ministro da Justiça, William Barr. “Tivemos um encontro agradável”, afirmou o presidente no Twitter. “Ele fez um trabalho incrível.” Barr renunciou ao cargo após semanas de atritos com a Casa Branca. Ele declarou oficialmente não ter encontrado indícios de fraude eleitoral. 

Até o russo Vladimir Putin já cumprimentou Joe Biden por sua vitória. Dos líderes do G20, só há um chefe de Estado que não o fez. É o presidente brasileiro.