13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Conheça o governador Reinaldo Azambuja

A- A+

Reinaldo Azambuja nasceu em Campo Grande em 1963. Aos 18 anos, enquanto estudava administração na Capital foi chamdo pelo pai para administrar a propriedade da família em Marcaju. Reinaldo é casado com  Fátima com quem possui três filhos, Rafael, Tiago e Rodrigo. E agora tem também dois netos, João Pedro e Leonardo. A família sempre presente, acompanhou Reinaldo durante toda campanaha, inclusive hoje, durante votação.

Atualmente, é deputado federal, mas a grande mudança na vida desse campo-grandense começou no interior do Estado há 20 anos. Depois de ajudar a transformar, com tecnologia e trabalho, uma fazenda tradicional e acanhada em um modelo de produção e sucesso empresarial, Reinaldo viu que a cidade em que ele prosperava, Maracaju, estava endividada, com uma administração voltada para interesses que passavam longe das necessidades da população.

Por isso, aos 33 anos, sem nunca ter atuado na vida pública, Reinaldo decidiu enfrentar o desafio e se candidatou a prefeito. No início, o então candidato possuía 1% de intenção de votos nas pesquisas, e acabou se elegendo prefeito e modernizou Maracaju, que hoje é uma cidade referênica em desenvolvimento econômico e social do Estado.

Como prefeito, Reinaldo colocou as contas em dia e iniciou um grande programa de desenvolvimento que levou a cidade de 12ª para 5ª maior economia do Estado; o PIB teve crescimento recorde, superior a 516% e Maracaju ficou marcada no seu mandato por ser a única cidade de Mato Grosso do Sul a ter 100% das ruas asfaltadas.

Esse trabalho ultrapassou fronteiras e passou a ser reconhecido nacionalmente, conquistando vários prêmios de qualidade de gestão pública. Reeleito, Reinaldo foi escolhido ainda presidente da Assomasul, a associação de municípios de MS e chegou ao fim do mandato na prefeitura com mais de 93% de aprovação popular.

Foi então eleito o deputado estadual mais votado da história de Mato Grosso do Sul. Em 2010, Reinaldo se elegeu deputado federal com 122.213 votos, e dez história em seu primeiro mandato na Câmara ao ser destacado por pesquisa Medialogue como um dos 13 parlamentares mais transparentes na divulgação de suas ações e gastos e um dos mais atuantes, segundo a Revista VEJA. Essa projeção, levou à candidatura a prefeito de Campo Grande em 2012, quando saiu de trás e disputou voto a voto uma vaga no segundo turno.

Em 2014, depois de decidir no último momento lançar sua candidatura ao governo do Estado, Reinaldo Azambuja aparecia inicialmente nas pesquisas como terceiro colocado com menos de 10% das intenções de voto. No entanto, as propostas do candidato em relação a prograsm socias e à reestruturação da economia convenceram 516.744 eleitores que o levaram ao segundo turno, com uma diferença de apenas 50.587 votos em relação ao então candidato favorito Delcídio do Amaral (PT).

Embora a coligação Novo Tempo formada por PSDB, PSD, PPS, DEM, SD, PMN, fosse reduzida se comparada às duas principais coligações adversárias, Azambuja soube aproveitar o programa eleitoral e visitou intensamente os municípios do interior para levar suas propostas de mudança que convenceram a população.

Heloísa Lazarini