27 de setembro de 2021
Campo Grande 33º 22º

ELEIÇÕES 2020 | CORUMBÁ | MACHISMO

Corumbá: pai de candidato agride mulheres online, fazendo "campanha" para filho

Agressões "virtuais" contra mulheres aconteceram durante toda a campanha, mas intensificaram-se na reta final. Mulher chegou a registrar boletim de ocorrência contra o pai do candidato

A- A+

Dr. Oséas Ohara, marido de Solange Alves de Oliveira figura polêmica na região de Corumbá, pai do candidato a prefeito no município, Dr. Gabriel (PSD) é acusado em boletim de ocorrência de agredir uma eleitora corumbaense, desferindo ofensas, levando a eleitora a procurar a delegacia no município a fim de resguardar seus direitos.  As ofensas, destinadas a eleitora, que terá identidade preservada, confronta-se com o slogan da campanha de DR. Gabriel, que diz: "De mãos limpas".

A Capital do Pantanal, Corumbá, em Mato Grosso do Sul, é uma cidade conhecida em todo o estado por memoráveis embates políticos, mas este ano tem chamado a atenção à quantidade enorme de agressões que acontecem no mundo virtual, nas redes sociais.

Em um post nas redes sociais, onde o jornalista Fábio Marchi fez uma publicação referindo-se ao acontecido de ontem (10.nov.2020), quando a Polícia Federal e a Controladoria Geral da União efetuaram vários mandados de busca e apreensão na casa do atual prefeito Marcelo Iunes, no laboratório e na casa do irmão do Prefeito e na Secretaria da Primeira-Dama, e criticando que alguns políticos locais estavam tirando proveito da situação, o Dr. Oséas agrediu em um comentário, de forma ríspida e chula, uma eleitora de um candidato adversário do seu filho – como mostram os prints abaixo (a identidade da mulher agredida foi preservada nesta reportagem):

Postagem em Corumbá Postagem em Corumbá. Foto: DR | MS Notícias 

Mesmo sempre desferindo críticas acentuadas, a eleitora é xingada em outra postagem, novamente atacada pelo pai do candidato corumbaense. Veja abaixo: 

Pai de Dr. Gabriel xinga eleitora em Corumbá Pai de Dr. Gabriel xinga eleitora em Corumbá. Foto: DR | MS Notícias 

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

Tomando ciência dos fatos, a vítima foi até a Primeira Delegacia de Polícia de Corumbá, onde a vítima fez boletim de ocorrência por injúria na rede social Facebook, como mostra a imagem abaixo:

Boletim de ocorrência registrado nesta 4ª-feira (11.nov) em delegacia de Corumbá (MS)Boletim de ocorrência registrado nesta 4ª-feira (11.nov) em delegacia de Corumbá (MS). Foto: DR | MS Notícias 

"Nós mulheres não podemos deixar que ninguém nos trate desta forma, nem na vida real, nem no virtual. Onde já se viu chamar uma mulher de "vagabunda"? É essa a educação que ele deu aos seus filhos? É assim que ele trata as mulheres? É esse tipo de gente que quer o poder em nossa cidade? Não, isso não vai ficar assim!", desabafou a vítima.

COMPORTAMENTO RECORRENTE

Segundo a vítima, outras mulheres também sofrem o mesmo tipo de agressão gratuita, bastando apenas discordar do médico. Este jornal também teve acesso a outro print, desta vez em uma publicação postada na página do referido médico, onde agride outra mulher com palavras de baixo calão:

A reportagem tentou entrar em contato com o pai do candidato Dr. Gabriel e também com o próprio candidato, sem sucesso, até a publicação desta reportagem.