22 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 20º

Decepcionado, Pedro Chaves afirma que cassação foi ato de violência

Com a entrada do novo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), Pedro Chaves que na gestão do prefeito Alcides Bernal (PP) era secretário Municipal de Governo e Relações Institucionais (Segov), afirmou que se considera automaticamente desligado de seu cargo com a entrada do novo prefeito. “Depois de tudo que aconteceu estamos fora e agora os vereadores estão no comando. Acredito que eles já tenham um substituto para mim, temos que manter os pés no chão e aguardar judicialmente, porque estamos entrando com um recursos para reverter essa situação”.

Chaves destaca ainda que a cassação foi um ato de violência e afirma que sua equipe foi ingênua ao confiar em alguns vereadores que estavam na base aliada. “Foi um ato de violência o que fizeram, nós fomos ingênuos de acreditar em pessoas que demonstravam estar colaborando com a gestão do Bernal, mas no momento da votação, as mesmas pessoas que diziam estar do nosso lado, resolveram virar as costas”.

Garantindo que foram pegos de surpresa, Pedro cita o nome dos vereadores que apoiavam a gestão de Bernal e mudaram de opinião no dia da sessão de julgamento. “Posso citar o nome do Jamal, que garantiu que estava conosco e depois ele mesmo virou as costas para o prefeito, não entendo como isso pode acontecer. O vereador Gilmar da Cruz fez a mesma coisa, garantiu que estava com o prefeito e depois votou pela cassação. Acredito que eu realmente estou mais preparado com o meio empresarial do que com o meio político, porque no meio empresarial nunca vi isso”.

Questionado sobre o estado emocional do ex-prefeito Alcides Bernal (PP), Chaves garante que Bernal está tranquilo e confiante de que voltará a administrar a Capital. “Ele está tranquilo, vai aguardar a decisão da justiça que é lenta, mas deve cumprir com seu papel. Eu estou totalmente decepcionado com o fato e minha secretaria foi impedida de entrar na prefeitura depois da divulgação dos votos. Eu pedi a ela que retirasse minhas coisas do local e ela voltou afirmando que não a deixaram entrar e ainda jogaram minhas coisas em uma caixa e entregaram a ela, isso é uma falta de ética”, finaliza Chaves.

Mesmo diante de decepções, Pedro afirmou que deseja ver Campo Grande caminhando para o melhor e espera que o novo prefeito colabora para isso.

Dany Nascimento