25 de fevereiro de 2021
Campo Grande 34º 23º

Delcídio e André Esteves são denunciados pela PGR pelo crime de impedir Lava Jato

O senador Delcídio do Amaral (PT), o banqueiro André esteves, do BTG Pactual, o assessor do senador, Diogo Ferreira e Nestor Cerveró foram denunciados pela Procuradoria Geral da república (PGR) pelo crime de impedir Operação Lava Jato e investigar investigação policial. Cerveró ainda foi denunciado pelo crime de patrocínio infiel.

A denúncia será analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e caso seja acatada, será aberta ação penal contra denunciados que passam a ser réus. Segundo documento apresentado pela PGR, a base para denúncia foram as gravações apresentadas pelo filho de Nestor Cerveró, Bernardo Cerveró, que gravou senador Delcídio oferecendo rota de fuga ao pai e negociando pagamentos mensais à família de Cerveró em troca do silêncio do ex-diretor internacional da Petrobras na delação premiada.

Delcídio já sofreu derrota no STF, quando teve pedido de habeas corpus negado pela ministra Rosa weber. O senador está preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília desde dia 25 de novembro.

O senador também enfrente problema no Partido dos Trabalhadores (PT), que o afastou por 60 dias, e corre risco de ser expulso do partido. No Senado, o parlamentar deve enfrentar em 2016 processo na Comissão de Ética, que pode resultar na cassação de seu mandato.