22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Depois de garantir que assumiria PP nesta quarta, Olarte volta atrás e admite que será só em 2015

A- A+

Há duas semanas, durante entrega de casa populares dos residenciais Ari Abussafi e Gregório Corrêa, o prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) foi claro sem discurso: "Daqui duas semanas, dia 12 de novembro nosso companheiro César Afonso irá assumir o comando do PP em Mato Grosso do Sul", dizia.

Hoje, durante agenda pública no Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Olarte voltou atrás e afirmou que a troca de comando do PP no estado deve acontecer apena em 2015. "O partido vai ficar nas nossas nãos, mas isso deve acontecer em setembro de 2015 quando houver novas eleições", afirmou.

Ou seja, para bom entendedor, meia palavra basta e Olarte já disse tudo. Se houver troca na presidência do PP no Estado será através dos trâmites normais de uma eleição, nada de retirar Alcides Bernal da presidência devido à cassação de seu mando enquanto prefeito de Campo Grande sob acusação de improbidade administrativa.

Questionado se estaria preocupado diante de contradição das informações, Olarte se diz tranquilo até porque, segundo prefeito, não foi ele quem disse isso e voltou atrás e sim o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira. "Quem disse isso foi o Ciro Nogueira, mas independente disso, o PP ficará sim nas nossas mãos", finalizou prefeito.

Heloísa Lazarini e Tayná Biazus