20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

Crescimento

Dilma se diz estarrecida com previsão do FMI para economia

O FMI revisou para baixo a previsão de crescimento da economia brasileira para 2016 e 2017. Segundo o Fundo Monetário Internacional, o país vai reduzir o Produto Interno Bruto (PIB), em 3,6% neste ano. Antes a previsão era de uma queda de 1,1%, e ficará em 0% no próximo ano, cuja previsão era de alta de 2,3% do PIB.

A presidenta Dilma Rousseff  (PT) comentou  nesta sexta-feira (22) essa revisão do FMI e disse que ficou estarrecida. Segundo a presidenta, no último relatório, o FMI citou três fatores que dificultam o atual cenário econômico, primeiro seria a diminuição do crescimento da China, segundo a instabilidade no Oriente Médio e terceiro é a situação crítica no Brasil.

A presidenta ainda acrescentou que acredita que o país tem capacidade para se estabilizar politicamente e retomar o crescimento.