25 de junho de 2024
Campo Grande 26ºC

Diretor do TCE é exonerado depois de reclamações sobre demora do tribunal em aposentar José Ricardo

A- A+

A demora no processo de aposentadoria do conselheiro José Ricardo Pereira Cabral, que comunicou seu desejo de se aposentar há quase um mês, causou a exoneração do diretor de Gestão de Pessoas do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Nilton Leopoldino Rodrigues. O ato foi publicado hoje no Diário Oficial do órgão de hoje.

A decisão aconteceu depois da reclamação dos deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), e de Londres Machado (PR), que foi pessoalmente ao presidente do TCE, José Cabral, que pediu, oficialmente, sua aposentadoria no dia 25 de novembro.

Depois de declarada oficial a vacância da vaga, o governador André Puccinelli (PMDB) irá indicar um nome. Acontece que isso deve acontecer ainda dentro da legislatura deste ano, ou seja até dia 18 de dezembro.

Semana passada, Jerson reclamou publicamente sobre a demora. Ele disse achar "estranho" esta lentidão e que o processo precisava ser acelerado, questionando se era uma ação de "descaso" ou "excesso de zelo".

Jerson ainda afirmou que Cabral deveria cobrar sua diretoria e ter pulso mais firme na hora de exigir a rapidez na tramitação. O deputado Londres Machado inclusive foi pessoalmente conversar com o presidente do Tribunal, para que ele agilizasse este processo.

Após esta pressão do legislativo, Cabral teria dito que caso não fosse acelerado esta burocracia, haveria demissões no Tribunal, o que segundo informações de fontes do tribunal causou a demissão do diretor do Departamento de Gestão.

Heloísa Lazarini