19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Eduardo Cunha prega independência na Câmara Federal

A- A+

O deputado federal, eleito pelo PMDB do Rio de Janeiro, Eduardo Cunha disse hoje, em reunião com correligionários do partido e bancada federal eleita, para pedir votos a sua candidatura à presidência na Câmara Federal e pregou durante a reunião a independência na casa de leis, mesmo sendo base do governo Dilma Rousseff (PT).

“O PMDB quer a autonomia/independência da câmara dos deputados e essa independência não representa oposição ao governo atual”, explicou. Cunha disse que mesmo com independência o atual governo garante a sua governabilidade, mas esse posicionamento garante que mesmo sendo da base aliada, não vai se submeter a certas vontades do executivo.

“Essa independência expressa que a comunidade quer e para que a câmara possa demostrar o seu papel, fiscalizando e fazendo projetos. Porque o legislativo sendo independente ele tem o fortalecimento democrático”, afirmou.

Questionado se o partido convencerá os outros deputados a votarem nele, mesmo pregando essa independência e sendo da base aliada, Cunha disse que o histórico do partido fala do comprometimento que membros atuam em qualquer instância. “O partido convence pelo passado, pela atuação e propostas. Essa é uma das marcas que o partido tem na casa, que é o cumprimento dos compromissos”, ressaltou.

“Não é que não haja independência da câmara hoje mas houve muitos momentos que a câmara ficou auxiliada pelo executivo, e muitas mudanças favoráveis que teve na casa foi quando Michel Temer estava no comando”.

Cunha disse que está construindo a candidatura dele om o PMDB e depois com os partidos que formaram um blocão de aliados que são PR, PTB, SD e PSC  e esses partidos devem anunciar nos próximos dias o apoio, mas que ele também busca apoio de outros partidos, seja da oposição ou não.

Leide Laura Meneses e Tayná Biazus