20 de junho de 2021
Campo Grande 25º 13º

Eleitores saíram perdendo com debate, avaliam tucanos e petistas

A- A+

Aconteceu ontem o debate da TV Morena, no qual os candidatos ao governo do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) e Delcídio do Amaral (PT), teriam a oportunidade de apresentar as propostas para o seu governo, porém, o que aconteceu foi uma troca de farpas intensa, com propostas deixadas de lado. Quem perdeu nesse debate, foram única e exclusivamente os eleitores, como avaliaram os próprios tucanos e petistas, que ficaram surpresos com o nível do debate.

Os vereadores, João Rocha (PSDB) e Thaís Helena (PT), consideraram o primeiro bloco bastante apimentado, já que acusações e conotações como “a vaca foi pro brejo com chifre e tudo”, tomaram conta. Para o tucano, as agressividades verbais aconteceram devido a postura de Delcídio do Amaral, que atacou Azambuja. Já para a petista, Azambuja foi o responsável pelo baixo nível do primeiro bloco, já que, Delcídio teve que se defender das acusações do tucano.

“O Reinaldo demonstrou a diferença de postura, a serenidade e o compromisso com a população. Ele demonstrou transparência nos programas de governo e a vontade de solucionar as situações pendentes no Estado”, disse Rocha.

“Infelizmente o Azambuja baixou nível do debate. O Delcídio não poderia fugir das acusações, a população precisa saber da verdade. Ele foi prejudicado por essa postura do Azambuja. Como ele (Azambuja) não  tem proposta, ele parte para esse tipo de ataque, se tivesse propostas ele mostraria tudo que já fez como deputado federal e o que pretende fazer  como governador”, disse a petista.

Para ambos a população é quem sai perdendo, já que, pouca coisa, referente a propostas pode se mostrar na noite de ontem. “ Pedimos desculpa para o povo sul-mato-grossense. A sociedade está de saco cheio, não acho que se  perde votos, mas não agrada esse tipo de debate”.

Já o presidente do diretório municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, também acreditava que o debate de ontem seria para discutir e apresentar propostas, e responsabilizou Delcídio pelo nível a que chegou. “O adversário  se ateve a discutir administração do nosso candidato no município de  Maracaju, não sei se isso foi estratégia do marketing do Delcídio para diminuir o Reinaldo, mas  achei muito pequeno da parte dele  levantar este debate. Uma administração que tem certidão do TCE (Tribunal de Contas do Estado), mostra que tudo correto, contra documentos  não tem argumentos”.

Carlos, ao contrário de Thaís Helena, acredita que somente os tucanos tem propostas de governo, já que o PSDB percorreu os 79 municípios do Estado com o projeto “Pensando MS”, para conhecer as necessidades do povo, referente a educação, saúde, cultura, esportes, geração de empregos, dentre outros. “O eleitor perdeu oportunidade de ver propostas, políticas se faz com propostas, ouvindo as pessoas”.

Quanto ao descontentamento dos eleitores que, congestionaram as linhas da TV Morena, insatisfeitos com o debate, Assis confia que, o eleitor é sábio, e mesmo após esse debate, saberá comparar os candidatos, e saber classificar quais são as melhores propostas, além de saber quem utilizou os programas eleitorais para atacar o outro.

Finalizando, o vereador Zeca do PT, classificou o debate como ótimo, e para ele, indiscutivelmente Delcídio se saiu melhor. Para o parlamentar não houve baixo nível. Com relação ao congestionamento das linhas telefônicas, Zeca atribui isso “ a meia dúzia de tucanos que viram que seu candidato estava perdendo e resolveram ligar”.

Tayná Biazus