12 de junho de 2024
Campo Grande 23ºC

Em meio à polêmica, Arroyo é confirmado novo conselheiro do TCE

A- A+

Por unanimidade, o deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR) foi confirmado como novo conselheiro do TCE (Tribunal Estadual de Contas). A votação simbólica acaba de ser concluída na Assembleia Legislativa do Estado.

Arroyo assume uma vaga em meio á polêmica aposentadoria do conselheiro José Ricardo Pereira Cabral, que no dia 16 de novembro efetuou formalmente seu pedido de aposentadoria, que até hoje não foi ratificado pelo tribunal, pois o conselheiro responsável pelo envio da aposentadoria ao governo do Estado, Ronaldo Chadid, viajou, sem motivo aparente, e não finalizou o processo.

Depois, diante da pressão dos deputados, o próprio conselheiro José Ricardo enviou seu pedido de aposentadoria ao governador André Puccinelli (PMDB), que na última terça-feira enviou a indicação de Arroyo para Assembleia O TCE no mesmo dia em nota afirmou que a aposentadoria era nula por ter sido remetida ao governador pelo próprio conselheiro.

O fato gerou discussão e causou estranheza aos deputados em especial ao presidente da Assembleia Jerson Domingos, que chegou a questionar os reais interesses do tribunal em impedir a indicação de Arroyo, deixando para que o novo conselheiro fosse indicado pelo futuro governador, tucano Reinaldo Azambuja.

Nesse tempo, surgiram especulações sobre os interesses do presidente eleito do tribunal, Waldir Neves, em indicar o deputado estadual eleito Flavio Kayatt, do PSDB. Hoje, durante seu discurso após ter seu nome aprovado por unanimidade, Arroyo agradeceu, e deixou claro que todo processo foi legal e que, embora tenha havido polêmica, nada afeta a legitimidade de sua indicação. "Agradeço a confiança para que posa realizar um sonho pessoal, agradeço a Deus, e garanto que vou trabalhar com afinco para honrar esse voto", disse Arroyo.

Heloísa Lazarini e Leide Laura Meneses