14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Governo

Entre prioridades de Azambuja está a conclusão de hospitais e rodovias em MS

Azambuja citou que em dez dias pretende entregar a recuperação do teto que cedeu do oitavo andar do Hospital Regional

A- A+

As obras inacabadas, deixadas pelo ex- governador, André Puccinelli (PMDB), terão prioridade no atual governo de Reinaldo Azambuja. Algumas principais e que estão na lista do tucano são de hospitais e rodovias.

Azambuja citou que em dez dias pretende entregar a recuperação do teto que cedeu do oitavo andar do Hospital Regional, além de finalizar as obras da Avenida Guaicurus, no município de Dourados – distante 225 quilômetros de Campo Grande – e também a questão da conclusão do Hospital do Trauma, na Capital, além de outras rodovias e obras que não foram especificadas.

“É uma pena ficarem obras inconclusas, isso muitas vezes aumenta o prejuízo, então, algumas vamos olhar dentro da urgência que o Estado tem para autorizar a continuidade, para que o contribuinte do Estado não tenha prejuízos”, afirmou.

Aquário do Pantanal: Outra obra inacabada é o Aquário do Pantanal. Conforme explicou Azambuja, a comissão da obra entendeu que se toda ela fosse parada haveria prejuízo ao estado, e por isso foi optado pela continuidade, principalmente naquelas que envolvem a “vida aquática”.

Paralelamente a isso haverá uma auditoria para que se tenha segurança na aplicação dos recursos, e após essa auditoria, será dada continuidade. “É uma obra que parte vai ser tocada, pois se não haveria prejuízo ao Estado, se ficasse parada e parte vai ter auditoria para a segurança dela e para poder dar andamento, não há previsão para a conclusão”.