07 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

Geraldo Resende é confirmado pré-candidato à Prefeitura de Dourados

A primeira confirmação da convenção estadual do PMDB-MS é nome do deputado federal Geraldo Resende como pré-candidato na disputa pela Prefeitura de Dourados - distante 224 quilômetros de Campo Grande. O deputado conversou com MS Notícias nesta segunda-feira (26) minutos antes de entrar para convenção que acontece no diretório estadual do partido, em Campo Grande, e confirmou sua pré-candidatura. 

"Conto com apoio e unidade do partido em torno da minha candidatura, e depois da convenção municipal deste fim de semana, tenho legitimidade para conversar com todo mundo e começo fazer isso agora. Vou conversar com todos partidos, do PT ao PSDB", diz Geraldo. 

Atualmente, Dourados é administrado pelo prefeito Murilo Zauith (PSB), que sempre foi um dos principais apoiadores de Puccinelli. No primeiro mandato do peemedebista como governador, Murilo foi vice e em 2015, seu partido, PSB, apoiou candidato a governo do PMDB, Nelsinho Trad. O PSB até momento não oficializou nenhum pré-candidato, porém, o deputado estadual Barbosinha, que integra legenda, já sinalizou interesse em disputar Prefeitura de Dourados, 

Neste domingo (25) durante posse da executiva municipal da legenda em Dourados, Geraldo destacou que "ter candidatura própria no Município é irreversível". O deputado que conta com aval das principais lideranças do partido, como ex-governador André Puccinelli e senador Waldemir Moka postou em seu perfil no Facebook sobre necessidade para PMDB de ter candidatura própria no Município.

"A candidatura do PMDB é irreversível e isto ficou muito claro durante a posse do nosso diretório e executiva municipal. Depois de 23 anos sem apresentar nenhum candidato, o PMDB se fortalece para disputar a eleição em 2016. Que venham os bons projetos e debates para uma Dourados melhor!"

PMDB ainda precisa decidir quem serão candidatos a prefeitos em municípios importantes como Três Lagoas, Corumbá, Nova Andradina, Ponta Porã e Campo Grande. No caso da Capital, um dos nomes mais cotados é da senadora Simone Tebet diante da recusa do ex-governador Puccinelli em disputar pleito.