25 de maio de 2024
Campo Grande 14ºC

INVESTIGAÇÃO | POLÍTICA

"Hoje só existem três das vinte denúncias", diz Marquinhos Trad

Prints de conversas eram montagens, disse ex-prefeito

A- A+

"Umas das maiores armações políticas institucionais e estatais que esse Estado já viu", desabafou Marquinhos Trad (PSD), logo na saída da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), onde depôs por 4h nesta terça-feira (18.out.22), sobre inquérito em que é investigado por suposto assédio sexual.

Trad ainda revelou: "Hoje só existem 3 das vinte denúncias", explicando que quase todas as denunciações foram descartadas pela investigação. Ele lamentou que as denúncias falsas refletiram nas urnas e disse que o tempo vai mostrar que foi uma verdadeira crueldade que fizeram contra ele.  

O ex-prefeito explicou a ausência das advogadas de defesa, Andrea Flores e Rejane Alves Arruda: "Uma está em Brasília e a outra faz parte de banca de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Pediram para adiar para a sexta-feira (21.out) ou na próxima semana, mas ela [a delegada] negou e disse que tinha que ser hoje. Aí eu vim", esclareceu.  

Sobre os prints compartilhados na internet em que mostravam ele supostamente "assediando" funcionárias, Trad disse: "Foi comprovado pela Justiça e já arquivado: montagem".

A delegada Maíra Pacheco Machado, que comanda as investigações, não está comentando o caso, que segue sob sigilo e em breve deve ser finalizado. 

*Com Campo Grande News.