12 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

LOBBY POLÍTICO | CENTRÃO

Lira, cabeça do Centrão, quer apoio de 30% do PT e para isso corteja até José Dirceu

Ele enfrenta resistência da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL), articula oferecendo vantagens políticas à parlamentares do Partido Trabalhista (PT) para que esses o apoiem à presidência da Câmara. Lira é presidente da sigla identificada agora apenas como Progressista e o candidato de Jair Bolsonaro (sem-partido) ao cargo.  Durante Lobby, fontes informaram ao O Globo, que Lira procurou até mesmo ex-ministro José Dirceu.

De acordo com parlamentares, o candidato apoiado por Bolsonaro se comprometeu com três pautas na corte aos petistas: combate ao “lava-jatismo”, mudanças na Lei da Ficha Limpa e um projeto que permita nova forma de financiamento dos sindicatos. Também diz que não vai levar adiante pautas de costumes conservadores defendidas pelo governo Bolsonaro.

Na sexta-feira, a executiva do PT se reunirá para definir o posicionamento do partido.

— Vou aguardar a decisão da executiva nacional e também reuniões que devem ocorrer com candidatos semana que vem. Mas a minha tendência é pela composição — afirmou o deputado Zeca Dirceu (PT-PR), filho de José Dirceu.

Lira, que lançará oficialmente hoje a sua candidatura, também tem mantido diálogo com o líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), e com deputados como Odair Cunha (MG) e José Guimarães (CE). Ele enfrenta, no entanto, resistência da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann.