27 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

ELEIÇÕES 2022

LULA É ELEITO PELA 3ª VEZ PRESIDENTE DO BRASIL

O governo Lula marca a consolidação de programas sociais

A- A+

Lula (PT), tornou-se neste domingo (30.out.22), o 9º presidente da 6ª República Federativa do Brasil.  Hoje fazem exatamente 37 anos, 7 meses e 13 dias que o Brasil se livrou da Ditadura Militar.

Nascido Luiz Inácio da Silva em Garanhuns (PE), em 27 de outubro de 1945, mais conhecido como Lula, é um ex-sindicalista, ex-metalúrgico e político brasileiro.

Filiado e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), Lula comandou o Brasil de 1º de janeiro de 2003 até 1º de janeiro de 2011,e  agora retoma o comando do país tendo derrotado Jair Bolsonaro (PL).

De origem humilde, Lula migrou ainda criança de Pernambuco para São Paulo com sua família. Foi metalúrgico e sindicalista, época em que recebeu a alcunha "Lula", forma hipocorística de "Luís".

Durante a ditadura militar, Lula liderou grandes greves de operários no ABC Paulista e ajudou a fundar o PT em 1980, durante o processo de abertura política.

Lula foi uma das principais lideranças do movimento Diretas Já, no período da redemocratização, quando iniciou sua carreira política, que derrubou a Ditadura Militar. 

Elegeu-se em 1986 deputado federal pelo estado de São Paulo com votação recorde. Em 1989 concorreu pela 1ª vez à presidência da República, perdendo no 2º turno para Fernando Collor de Mello.

Foi candidato a presidente por outras duas vezes, em 1994 e em 1998, perdendo ambas as eleições no primeiro turno para Fernando Henrique Cardoso.

Venceu a eleição presidencial pela 1ª vez em 2002, derrotando José Serra no 2º turno. Na eleição de 2006, foi reeleito ao superar Geraldo Alckmin no segundo turno. Agora, nas eleições de 2022, Alckimin é o vice de Lula. 

O governo Lula foi o marco para a consolidação de programas sociais, como o Bolsa Família e o Fome Zero, ambos reconhecidos pela Organização das Nações Unidas como iniciativas que possibilitaram a saída do país do mapa da fome.

Durante seus dois mandatos, empreendeu reformas e mudanças radicais que produziram transformações sociais e econômicas no Brasil, que acumulou substanciais reservas internacionais, triplicou seu PIB per capita e alcançou o grau de investimento.

Os índices de pobreza, desigualdade, analfabetismo, desemprego, mortalidade infantil e trabalho infantil caíram significativamente, enquanto o salário-mínimo e a renda média do trabalhador tiveram ganhos reais e o acesso à escola, à universidade e ao atendimento de saúde se expandiram.

Na política externa, Lula desempenhou um papel de destaque, incluindo atividades relacionadas ao programa nuclear do Irã, ao aquecimento global, ao Mercosul e aos BRICS.

Lula foi considerado um dos políticos mais populares da história do Brasil e, enquanto presidente, foi um dos mais populares do mundo. Foi sucedido no cargo pela chefe da Casa Civil no seu governo, Dilma Rousseff, eleita em 2010 e reeleita em 2014.

Após a presidência, Lula manteve-se ativo no cenário político e passou a ministrar palestras no Brasil e no exterior. Em 2016, foi nomeado por Dilma como seu ministro-chefe da Casa Civil, mas a indicação foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal.