19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

GOVERNO LULISTA

Lula visita instituições democráticas e diz: "A partir de agora terão paz"

Lula fez na quarta um giro por Brasília

A- A+

O presidente Lula (PT) disse na 4ª.feira (9.nov.22) que sua visita às instituições democráticas foi para dizer-lhes que "a partir de agora terão paz". 

A fala do novo presidente acena que o Legislativo e o Judiciário vão parar de ser alvos de ataques do Executivo. Ataques às instituições democráticas foram práticas do governo de Jair Bolsonaro (PL). 

"Não terão mais presidente desaforado querendo intervir na Suprema Corte. Ministros do STF e Supremo Tribunal Federal não podem ir a um restaurante, a um cinema. Este país vai voltar à civilidade", prometeu Lula, num encontro que ocorreu no período da manhã desta quinta com parlamentares no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do governo de transição.

Lula fez na quarta um giro por Brasília e esteve com os presidentes da Câmara e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (PSD-MG), respectivamente.

Também passou pelo STF, onde encontrou com 10 dos 11 ministros da Corte — apenas Luís Roberto Barroso não esteve presente porque participa da COP 27, no Egito.

Ainda teve mais um encontro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde conversou com o presidente da Corte, Alexandre de Moraes.

"Moraes teve comportamento exemplar, ele foi de muita coragem e dignidade", completou o presidente eleito.