25 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

EXTREMA DIREITA

"Mial... Bial... não!": bolsonarista surta durante desmonte de acampamento (vídeo)

Ação ocorre 24h após eles agredirem a pauladas um fotógrafo mineiro

A- A+

Durante o desmonte de um acampamento de golpistas bolsonaristas nesta manhã de 6ª.feira (6.jan.23), em frente ao Comando da 4º Região Militar do Exército, na Avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte (BH), um bolsonarista se ajoelhou e em surto gritava ao alto. 

Não é possível decifrar a quem o radical implora por ajuda, mas em posts na internet dezenas de pessoas brincavam que ele estaria gritando alternadamente os seguintes termos: "Mial... Bial... Não! Não Deixa, 'não mial". 

A ação foi comandada por equipe da Guarda Municipal mineira, após dezenas de reclamações sobre a obstrução do trânsito no local.

A ação dos agentes da prefeitura, que desmontaram os barracos e andaimes, provocou um chilique coletivo entre os golpistas, que se recusaram a deixar o local, gritando que só faria isso "se o Exército mandar".

As cenas pitorescas foram parar nas redes sociais por meio de diversos vídeos em que os golpistas aparecem chorando e rezando.

A ação da Guarda Municipal, que contou com ajuda da Procuradoria-Geral do Município e da Subsecretaria Municipal de Fiscalização, aconteceu um dia depois que um fotógrafo do jornal Hoje em Dia ser agredido pelos golpistas no acampamento.

Segundo o jornal, o fotógrafo foi perseguido enquanto fazia fotos de longe. Ele chegou a se esconder atrás de um carro, mas foi arrastado pelo chão e agredido com socos e pauladas. Ainda de acordo com o veículo, a câmera usada por ele foi levada pelos agressores, e as lentes, destruídas. Eis o vídeo do momento da agressão: 

O diretor executivo do jornal, Rodrigo Cheiricatti, disse em nota que o veículo "repudia a agressão covarde praticada por um grupo de pessoas" contra um de seus repórteres fotográficos.

Assista às cenas do desmonte dos barracos e do chilique coletivo.