17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

#LUTO | AQUIDAUANA

MS perde Roberto Orro, um dos grandes democratas de sua história

Ex-deputado tinha 82 anos e deixa legado histórico de resistência à ditadura e ética na política

Morreu na noite de ontem, 2ª-feira (23.nov.2020), em Campo Grande, aos 82 anos, o advogado e ex-deputado estadual Roberto Moacar Orro. Ele estava com a saúde debilitada e ficou enfraquecido após ser internado na primeira semana do mês com pneumonia. Porém voltou para seu apartamento, aonde mora com a esposa, Ione.

Pai do deputado estadual Felipe Orro (PSDB) e de outras duas filhas, Roberto Orro também exerceu o cargo de secretário estadual de Justiça e cinco mandatos na Assembleia Legislativa, sendo presidente da Casa no biênio 1995-96. Era advogado e produtor rural. Começou a atuar na política participando de movimentos estudantis na resistência à ditadura quando estudava Direito no Rio de Janeiro.

Após regressar à terra natal, Aquidauana, identificado com as forças progressistas, ingressou no MDB e foi eleito vereador em 1976. Dois anos depois, em 1978, saiu das urnas como deputado estadual eleito para fazer parte da primeira turma de parlamentares que instalaria a Assembleia Legislativa do recém-criado Mato Grosso do Sul. Exerceu depois outros quatro mandatos estaduais. Candidatou-se ao Senado em 1986, recebeu grande votação, mas não conquistou a vaga.

Além do MDB e PMDB, Orro também foi filiado ao PDT e está entre os fundadores do PSDB no Estado. O velório e o sepultamento acontecem nesta manhã de terça-feira em Aquidauana.