13 de agosto de 2020
Campo Grande 34º 21º

‘Não houve proposta de alinhamento político, apenas retomada de diálogo’, diz Alex

A reaproximação entre prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) e vereadores do PT ainda está “engatinhando”, segundo vereador Marcos Alex. Em entrevista ao MS Noticias, petista afirmou que as conversações iniciadas nesta quarta-feira (6) com chefe do Executivo não significam um retorno à base do prefeito que deixou de existir em função de incompatibilidade de ideias após Bernal reassumir prefeitura da Capital em agosto de 2015.

Segundo vereador, embora Bernal tenha dado primeiro passo, ainda não foi acordado nenhum posicionamento concreto. “Essa situação não se resolve em uma conversa. A gente não tem nenhuma proposta concreta de alinhamento político. Não tem proposta de volta, apenas retomada de diálogo, que é o mais importante”, disse Alex.

Conforme Marcos Alex a iniciativa de abrir conversação com PT foi do próprio Alcides Bernal, que visa tentar reeleição na prefeitura Municipal de Campo Grande.  “ Houve um contato preliminar entre ele[ Bernal] e o vereador Ayrton Araújo, e percebeu-se que havia possibilidade de uma conversa”, explica.

Prefeitura

Mesmo reticente em demonstrar apoio ao progressista, Marcos Alex não descarta ter Bernal como aliado do PT para que a sigla concorra eleições municipais deste ano. De acordo com vereador, além de Bernal a sigla está disposta compor chapa com PDT e PSB. “ Ricardo Ayache foi um companheiro que a gente não pode descartar, mas temos também de ampliar o leque de alianças. Podemos disputar eleição com candidatura própria tendo Dagoberto, Bernal e até Ricardo Ayache como aliados. O PT não está desarmado para disputar eleição com candidatura própria”,  ressalta Alex.