13 de junho de 2024
Campo Grande 23ºC

"Não quero ouvir ninguém dizer que não sabia de nada", diz Puccinelli sobre Azambuja

A- A+

Se o governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) teme assumir um Estado "trancado", com poucos recursos financeiros, como já manifestou, o governador atual André Puccinelli (PMDB) teme que seu sucessor não administre sua herança corretamente e depois alegue não ter tido condições para isso.

Por diversas vezes, Puccinelli garantiu que não irá deixar a Reinaldo nenhuma "herança maldita", termo frequentemente usado por políticos quando jogam a responsabilidade de falhas de suas administrações a erros deixados por antecessores. Hoje, o governador voltou a se pronunciar sobre o assunto.

Puccinelli anunciou que na próxima quarta-feira, ele entregará todos os documentos solicitados por Reinaldo para que ele e sua equipe não tenham como dizer futuramente que não sabiam de toda estrutura do Estado e reafirmou que irá entregar a administração do Estado com saldo positivo e folga financeira. "Vou entregar Estado bonitinho para o próximo governador tocar ele", disse.

André reafirmou que entregará as finanças em dia, com alguns "milhõezinhos de sobra" a Azambuja e hoje disse esperar que o tucano não alegue desconhecimento sobre  a situação do Estado. "Vou entregar todos os documentos para que ninguém depois diga que não sabia de nada", disse Puccinelli.

Heloísa Lazarini e Tayná Biazus