27 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

ELEIÇÕES 2022

"Não tem uma foto dele comigo, nada", diz Jair Bolsonaro sobre Roberto Jefferson

Durante o dia de ontem, os bolsonaristas não sabiam em qual mentira acreditar

A- A+

Em meio a eleição, há uma semana do 2º turno, Jair Bolsonaro (PL), mente descaradamente ao eleitor brasileiro. A mais nova mentira: Bolsonaro afirmou que não tem relações com o bolsonarista raiz, Roberto Jefferson (PTB), preso após atacar a Polícia Federal (PF) a tiros de fuzil e com granadas, no interior do Rio de Janeiro na manhã do domingo  (24.out.22). 

Durante o dia de ontem, os bolsonaristas não sabiam em qual mentira acreditar. O que havia de fato era que a campanha tramava uma maneira de estancar a crise gerada pelo episódio.

Mais tarde, Bolsonaro repudiou o ataque armado do bolsonarista e negou que tivesse qualquer relação com o criminoso, um dos principais articuladores condenado por montar uma milícia digital bolsonarista.  

Ao mesmo tempo que dissociou-se do criminoso, Bolsonaro o defendeu, criticando o inquérito das fakes news aberto pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, autor da ordem de prisão.

A repercussão negativa dos detalhes da ação, que deixou dois policiais feridos, pressionou Bolsonaro a condenar Jefferson de forma mais direta. 

Entretanto, foi uma fala não alinhada com aliados. Por exemplo, o deputado Otoni de Paula (MDB-RJ), linha de frente do bolsonarismo, afirmou que o presidente mandaria até mesmo as Forças Armadas para proteger “o nosso Roberto Jefferson”.

Auxiliares haviam orientado o presidente a não se estender sobre o assunto com o objetivo de evitar trazer para ele a crise desencadeada por Jefferson. Além das postagens, Bolsonaro falou rapidamente sobre o episódio em uma live com aliados no fim da tarde. Ao abordar o episódio, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, negou vínculo do petebista com a campanha, ao que Bolsonaro emendou “não ter foto" com o ex-deputado. Foi prontamente desmentido nas redes sociais por imagens de encontros no Palácio do Planalto.

Isso nem precisaria confrontar, pois é uma mentira deslavada de Bolsonaro, mas eis um levantamento feito pelo Poder360: 

Em 13 de abril de 2021, Jefferson esteve com o prefeito de Bagé e pré-candidato do PTB ao governo do Rio Grande do Sul, Divaldo Lara, no Planalto.Em 13 de abril de 2021, Jefferson esteve com o prefeito de Bagé e pré-candidato do PTB ao governo do Rio Grande do Sul, Divaldo Lara, no Planalto.

Outro registro foi publicado por Jefferson em 29 de abril de 2021 no Palácio do Planalto.

Roberto Jefferson voltou a se reunir com o presidente Bolsonaro em 19 de maio de 2021. Desta vez com a então vice-presidente do PTB, Graciela Nienov, que publicou a mesma foto no Facebook. Eis:


Em seu perfil no Facebook, o PTB publicou 4 imagens em 2 de setembro de 2020 de um encontro entre Roberto Jefferson e o presidente Jair Bolsonaro. Veja os registros abaixo: