27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

JUSTIÇA

"Olavo persegue as pessoas com assédio judicial", diz filha do guru bolsonarista

"Ele nunca briga de frente, ele joga o veneno no Facebook e o gado zumbi dele começa a arrumar as tretas", disse a filha de Olavo de Carvalho

Em entrevista ao Fórum Onze e Meia nesta terça-feira (5), Heloísa de Carvalho, filha do guru do bolsonarismo Olavo de Carvalho, revelou que entregou o endereço do próprio pai ao Ministério Público para beneficiar o cantor Caetano Veloso em um processo contra o guru.

“Esse processo do Caetano eu acompanho desde o início. O processo tinha uns 30 a 40 dias, quando tive o primeiro acesso. Quando li o endereço que tinham colocado do Olavo, falei ‘não, pelo amor de Deus’. Pensei, preciso avisar o Caetano, eu preciso passar o endereço correto, um endereço que ele esconde à sete chaves”, contou a filha do astrólogo.

“Eu me orgulho muito disso. Olavo persegue as pessoas, principalmente com assédio judicial. Eu sofri três”, continuou.

Na semana passada, a juíza Renata Oliveira e Castro, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, negou recurso pedido pela defesa do astrólogo e terá que pagar uma multa de 2,8 milhões de reais ao artista.

As batalhas judiciais entre Caetano e Olavo ocorrem desde 2017, quando o guru passou a usar as redes sociais para publicar notícias falsas relacionando o cantor a casos de pedofilia. Nas quatro decisões judiciais publicadas até o momento, Caetano venceu todas.

Na entrevista, Heloísa também comentou sobre o lançamento de seu livro “Meu Pai, O Guru Do Presidente: A face ainda oculta”, em que denuncia diversos comportamentos contraditórios de seu pai ao longo dos anos, em busca de poder e influência.

“Ele nunca briga de frente, ele joga o veneno no Facebook e o gado zumbi dele começa a arrumar as tretas. Se a treta dá certo, ele assume que aconselhou. Se dá errado, ele diz que não mandou ninguém fazer nada, como aconteceu ontem em relação ao acampamento em Brasília coordenado pela Sara Winter”, continuou.

Sara Winter é uma ex-feminista de extrema-direita que coordena um acampamento em Brasília, chamado “300 do Brasil”, cujo principal objetivo é incentivar atos golpistas contra a esquerda e em prol de Jair Bolsonaro. Winter já declarou que o projeto tem aval de Olavo de Carvalho.

“O guru não tem para onde ir. A última esperança dele é Bolsonaro, tudo o que ele tentou até agora não deu certo. Ao longo do tempo, ele vai mudando o discurso”, continuou Heloísa.

Fonte: Fórum