08 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

Eleições

Petistas rejeitam Ayache, mas Zeca insiste em composição de chapa

Presidente do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, Antônio Carlos Biffi afirmou nesta segunda-feira (18) ao MS Noticias que partido não pretende apoiar o ex-correligionário Ricardo Ayache (PSB), indicado por Zeca do PT para compor chapa com petistas numa eventual disputa a Prefeitura Municipal de Campo Grande. De acordo com Biffi, a sigla seguirá ordem da executiva nacional e lançar candidato na majoritária. “Respeito posicionamento do Zeca neste momento, mas, como presidente do partido encaminho essa decisão, o partido quer candidatura própria nas principais cidades do interior do Estado, inclusive em Campo Grande”, afirma.

Para Biffi, a avalanche de denúncias que resultaram na prisão do ex-líder do governo da presidente Dilma Rousseff no Senado, Delcídio do Amaral (PT), não é empecilho para que PT abandone projeto político. “Delcídio não é conjunto do partido, que é composto por mais de 40 mil filiados no Estado e mais de 15 mil na Capital. Lá na frente pode ser que essa decisão seja reavaliada, mas hoje, o PT inicia 2016 com decisão de candidatura própria”, assegura.

Posicionamento do petista tem apoio do deputado estadual Pedro Kemp (PT), um dos possíveis nomes da legenda para concorrer à cadeira do Executivo Municipal. “Partido que não lança candidato perde espaço. Mesmo enfrentando desgastes com denúncias, o partido tem que lançar candidato para discutir proposta, até porque denúncias tem em relação a todos os partidos. Aliás tem mais deputados de outros partidos denunciados do que do próprio PT. Os progressistas são quem mais aparecem nos escândalos da Lava Jato”, dispara Kemp.

Novos horizontes

Na outra ponta, Zeca do PT reitera seu discurso de que a legenda precisa ter “novos horizontes”. Conforme deputado, correligionários tem de abrir diálogo com outras siglas para não sofrer “desgaste político”.  “Se no interior, o PSB ou PDT quiser compor chapa, porque não apoiar? Temos de discutir outras possibilidades, Ricardo Ayache é um bom nome,” ressalta Zeca indicado a pretensão de tentar reverter situação dentro no PT.

Embora tenha aceitado lançar seu nome para disputar a prefeitura da Capital, Zeca nega ter tido pretensão de concorrer a prefeitura. “Não é o momento para quem tem mandato. Quero sair para Senado, vou aguardar”, resume.