19 de maio de 2024
Campo Grande 18ºC

INVESTIGAÇÃO | INTERIOR

Por 6 a 4, Câmara abre investigação contra prefeito de Bela Vista

Votação apertada ocorreu na noite desta 2ª.feira (29.mai.23)

A- A+

Vereadores de Bela Vista (MS) decidiram nesta 2ª.feira (29.mai.23) por abrir uma investigação contra o prefeito Reinaldo Miranda Benites, o Reinaldo Piti (PSDB), acusado de esquema corrupto na gestão entre os anos de 2018 e 2019. 

A votação foi provocada em 22 de maio, pelo advogado Marcos William, que enviou  um requerimento de abertura de investigação contra Piti à Casa de Leis, com base em 3 acusações do Ministério Público Estadual (MPE). 

Apertada e inflamada nos discursos, a cessão desta noite contou com a presença de mais de 500 bela-vistenses ao vivo. 

Mais cedo, mostramos aqui no MS Notícias, que William foi procurado por um homem, que em nome da prefeitura o ofereceu “deizão” para solicitar retirar o requerimento da Câmara. “Nós temos sete vereadores, você sabe. Essa é a oportunidade de você ganhar deizão”, propôs o suposto emissário do Executivo Municipal. “Te dou cinco e depois mais cinco”, completou o ofertante, se referindo a quantia de R$ 10 mil. Dizendo estar sofrendo ameaças, William tornou público o vídeo e áudio em que o 'emissário' aparece o tentando subornar. 

A repercussão do vídeo levou os vereadores a votarem sob forte pressão, inclusive, a live da Câmara teve episódios de censura. 

Votaram a favor da abertura de investigação contra Piti: Fabrizia Tinoco (PODE), Edinho Duarte (PODE), Helenice Kalife (DEM), Diogo Murano (DEM), Bispo (PDT) e Fleitas (PP).

Votaram contra a abertura de investigação contra Piti: Oraldino (PSDB), Geferson (PSDB), Marquinhos Lino (MDB) e Buiu (PSD).

Agora, a Comissão de Investigação tem 90 dias para investigar as denúncias apontadas pelo Ministério Público Estadual (MPE).