13 de agosto de 2022
Campo Grande 30º 15º

Presença de policiais na Câmara gera confusão e vereador acusa Bernal de "dar ordem"

O clima na Câmara de Vereadores de Campo Grande nesta quinta-feira (22) está longe da tranquilidade e a presença de dois policiais armados, à paisana, incomodou parlamentares e a sessão foi suspensa.

A confusão começou quando equipe de segurança da Câmara pediu aos policiais que não permanecessem armados no Plenário. Os dois agentes deixaram local, retornaram sem armas e foram para sala reservada onde acontece reunião entre vereadores e presidente em exercício da Casa, vereador Flávio César (PTdoB). Porém, não se sabe se eles são civis ou militares.

Segundo apurou MS Notícias, os agentes seriam civis e estariam no local para fazer segurança da vereadora Luiza Ribeiro, já o vereador Airton Saraiva (DEM) afirma que “são policiais militares enviados por Bernal”.

“Aqui não é casa de pistoleiro, é lugar de debate político e ninguém vai dar tiro em ninguém. Já pensou se estamos aqui discutindo e eventualmente, de repente um policial dispara um tiro. Sabemos que partiu do Bernal a ordem de ter policiais aqui. É esse relacionamento que Bernal quer ter com Câmara. Eu não vou participar dessa reunião”, disse Saraiva ao deixar sala de reunião e voltar para Plenário. O vereador Chocolate (PTB), chegou a dizer que teria de “ir de colete” para Câmara

Os policiais apenas disseram que estão no local “cumprindo ordens”. A equipe do MS Notícias entrou em contato com assessoria de imprensa da Polícia Civil  e da Polícia Militar para saber se os agentes são civis ou militares e qual motivo da presença deles no local, porém até fechamento desta matéria não houve confirmação da informação, o que deve acontecer em breve.

O presidente da Casa, Flávio César, disse em entrevista à imprensa que os policias são militares e estão cedido pela PM ao gabinete do prefeito Alcides Bernal. Flávio criticou presença deles na Casa e deixou Câmara a caminho da 3ª Delegacia de Polícia para registrar Boletim de Ocorrência. Luiza  negou que tenha pedido escolta policial. "Não me sinto ameaçada, sou contra qualquer tipo de coação, não sei razão dessa situação aqui."

A assessoria de imprensa do prefeito Alcides Bernal (PP) já foi contatada sobre declarações do vereador Airton Saraiva, mas ainda não enviou resposta até fechamento desta matéria. 

SIGA MS NOTÍCIAS
Mandetta alerta sobre necessidade de ter um Senado Federal forte para enfrentar efeitos da pandemia
ELEIÇÕES 2022
há 2 horas

Mandetta alerta sobre necessidade de ter um Senado Federal forte para enfrentar efeitos da pandemia

Saiba que aconteceu em audiência na Justiça com Dani Calabresa e Marcius Melhem
ASSÉDIO SEXUAL
há 8 horas

Saiba que aconteceu em audiência na Justiça com Dani Calabresa e Marcius Melhem

Filhos de Bolsonaro são condenados em caso contra Jean Wyllys
POLÊMICA
há 8 horas

Filhos de Bolsonaro são condenados em caso contra Jean Wyllys

Alcides leva Maria Bruaca para a fazenda do vizinho
NOVELA PANTANAL
há 9 horas

Alcides leva Maria Bruaca para a fazenda do vizinho

Feira Central abre ao meio-dia para comemorações de Dia dos Pais
FETSIVAL DO SOBÁ
há 10 horas

Feira Central abre ao meio-dia para comemorações de Dia dos Pais

Horóscopo de sábado 13 de agosto de 2022
HORÓSCOPO
há 15 horas

Horóscopo de sábado 13 de agosto de 2022