16 de outubro de 2021
Campo Grande 26º 20º

Por 5x0, processo de cassação de Olarte é "engavetado" na Câmara Municipal

A- A+

Foi decidido por cinco votos a zero pelo arquivamento do processo que levaria a cassação do prefeito afastado de Campo Grande Gilmar Olarte. O julgamento aconteceu na manhã desta quinta-feira (12) na Câmara Municipal.

A partir da análise do CCJ (Comissão de constituição e Justiça) os vereadores Airton Saraiva (DEM), Otávio Trad (PT do B), Carlão (PDB), Vanderlei Cabeludo (PMDB) e Herculano Borges (SD) representado o Alex do PT, decidiram pelo arquivamento do processo que poderia levar a cassação do prefeito afastado Gilmar Olarte.

O presidente da Câmara Municipal Flávio César (PTdoB) declarou arquivado o processo na tribuna.“declaro arquivado o pedido de julgamento do prefeito Gilmar Olarte. Caso Olarte seja reconduzido ao cargo de prefeito a casa pode reabrir o julgamento em relação ao prefeito”.

Alguns vereadores disseram que foi a melhor solução tomada, já que o prefeito está afastado. Paulo siufi (PMDB) disse não haver motivos para dar continuidade ao processo. “Não há motivos para cassar, pois o prefeito não está no cargo, se surgir fatos novos podemos reabrir que é o nosso trabalho”.

Já a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), não ficou muito satisfeita com a decisão, mas diz que vai continuar trabalhando para que a verdade sempre prevaleça “é muito difícil essa situação, foi muito trabalho, estudo e infelizmente ocorreu isso. Vamos continuar trabalhando para não faltar com a verdade”, comenta Luiza.

Gilmar Olarte foi afastado do cargo de prefeito no dia 25 de agosto suspeito de comandar esquema, junto com o empresário João Amorim, para cassar o mandato de Bernal.