19 de maio de 2024
Campo Grande 18ºC

ELEIÇÕES 2022

Professor Tiago Botelho defende porte de diplomas para o povo de MS

Botelho diz estar preparado para representar MS e cumprir a missão de senador com amor

A- A+

Candidato ao Senado por Mato Grosso do Sul, Tiago Botelho (PT), defendeu o “porte de diploma, porte da casa própria e porte de comida” em críticas à políticos que defendem armas em um estado onde 21% vivem com menos de 1 salário-mínimo. 

“A gente não tem que armar a população. Eu sou contra armas. Eu sou a favor do porte de diploma, do porte da casa própria, do porte da comida na mesa do brasileiro”, afirmou Botelho. “Nós defendemos políticas públicas que possam ajudar a classe trabalhadora, a classe média, a classe baixa e também a classe alta”, acrescentou.

Para o professor Tiago Botelho (PT), candidato de Lula ao Senado por Mato Grosso do Sul, é preciso armar a população com diploma, casa própria e comida na mesa em vez de armas de fogo como ocorre no Brasil nos últimos anos com a política de armamento do governo. Dados da Polícia Federal revelam que o MS ocupa a 10ª posição entre as unidades federativas com maior número de armas. São 24,6 mil armas registradas no estado, sendo 1,7 mil só neste ano.

O discurso de Tiago Botelho como candidato ao Senado está baseado em anos de dedicação à pesquisa e ao ensino, além de uma militância que começou ainda na juventude. Entre suas bandeiras estão a educação, saúde, meio ambiente, juventude e cultura. Filho de Mato Grosso do Sul, Botelho é advogado, professor universitário e um dos mais novos candidatos ao senado do Brasil.

Botelho diz estar preparado para representar MS e cumprir a missão de senador com amor, responsabilidade e compromisso com todos os sul-mato-grossenses. “Nós queremos romper essa polarização que o Bolsonaro e o Bolsonarismo estabeleceu. Queremos um país de amor, de paz e esperança para todos”, enfatizou.