30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

PT começa a cobrar dividendos e Bernal é o primeiro da lista

Com o início da campanha eleitoral se aproximando o PT (Partido dos Trabalhadores) começa a cobrar de seus aliados a ajuda oferecida em anos anteriores e o primeiro da lista que terá sua gratidão testada é o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), que, durante 2013 não fosse o PT teria enfrentado uma guera política praticamente sozinho. O deputado estadual Cabo Almi (PT) afirma que seu partido está contando com o PP (Partido Progressista) e com Bernal, não só pela aliança nacional que existe entre os dois partidos, pois o PP tem sido um dos principais apoiadores do governo Dilma, mas também pelo esforço geral do petistas sul-mato-grossenses em manter Bernal na cadeira do Paço Municipal. "O Bernal é um homem forte e o PT vai considerar também o tempo que ele tem na televisão, que é fundamental para esclarecer os projetos para população e demonstrar o apoio do PP que é um partido que também apoia a presidente Dilma e, nós queremos repetir a mesma aliança nacional aqui no Estado", afirma. Cabo Almi nega que o PT tenha apoiado Bernal desde o segundo turno da eleição para prefeito como uma estratégia pensando nas eleições para governo e presidente deste ano, mas garante que havia sim interesse do partido em eleger o progressista para tirar o controle da prefeitura de Campo Grande das mãos do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro). Já o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), admite que o PT já estava de olho nas eleições deste ano quando decidiu tomar à frente do embate político entre Bernal e o PMDB e se tornou o principal aliado do prefeito. "O Bernal é uma liderança política forte e as pesquisas mostram que ele tem ainda muita aprovação mesmo com todo esse embate que ele enfrentou junto à Câmara de Vereadores em 2013. O PT e o Bernal  somam forças para 2014 e isso já era sabido, portanto, era uma estratégia sim. Até porque os dois partidos tinham o mesmo interesse que era tirar o PMDB do poder". Heloísa Lazarini e Dany Nascimento