05 de maio de 2021
Campo Grande 34º 20º

Segundo Takimoto, liderança do PDT na Assembleia continua com Beto Pereira

A- A+

Os boatos sobre troca da liderança do PDT na Assembleia Legislativa parecem não passar de conversa de bastidor. Embora tenha havido uma conversa entre os deputados Felipe Orro, George Takimoto e Beto Pereira que integram a legenda no Legislativo e presidente regional do partido, deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) sobre assunto, segundo Takimoto, Beto continua ainda como líder do partido na Casa.

"Ele permanece líder até porque ele ainda não definiu se vai mesmo sair do partido. E quando surgiu esse assunto e foi cogitado se Beto deixasse PDT que liderança do partido ficasse com Felipe, o próprio Felipe disse que não aceitava que nem queria discutir assunto no momento porque Beto sequer saiu do PDT", explica Takimoto.

Ontem, em conversa com MS Notícias, o deputado Beto Pereira não escondeu seu descontentamento com atual presidente regional da sigla, Dagoberto Nogueira. Beto relembrou que não houve consenso na escolha de Dagoberto como presidente do PDT e que o deputado federal não permitiu que os nomes indicados por ele (Beto Pereira) assumissem cargos na executiva estadual do partido, o que havia sido anteriormente acordado entre os deputados estaduais e Dagoberto. O deputado, que se filiou ao PDT em 2013, também afirmou que embora tenha sido amplamente divulgada informação de que ele deixaria liderança do partido na Casa de Leis, ele aguarda notificação oficial. 

Beto diz não ter medo de ser punido com infidelidade partidária. "A minha saída do partido é por perseguição partidária. A lei prevê essa lacuna, então não há possibilidade de perda de mandato”, disse o deputado ontem.