13 de junho de 2021
Campo Grande 26º 13º

Titular da Superintendência Indígenas será anunciado apenas um dia após posse

A- A+

O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) informou hoje durante entrevista coletiva à imprensa que irá anunciar o superintendente de assuntos indígenas apenas no dai dois de janeiro, depois de sua posse.

Dentre as pastas de segundo escalão, como fundações e agências públicas, esta superintendência será a única a ser anunciada depois do dai primeiro de janeiro, e também é a única que Reinaldo ainda não sinalizou nenhum nome em análise. A Superintendência foi criado pelo tucano no segundo turno das eleições.

Hoje, durante confirmação dos 12 dos 13 secretários estaduais, o governador eleito explicou que ainda está analisando nomes de pessoas indicadas por partidos aliados que poderão ocupar cargos na Fertel (Fundação Estadual de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul), Inmetro, Sanesul.

No caso da Fertel, a pasta provavelmente será comanda pelo vice-presidente regional do PSD, Bosco Martins. No entanto, Reinaldo deve abrigar em sua administração o PDT, que, apoiou o candidato a governo Delcídio do Amaral (PT) durante as eleições, mas segundo fontes próximos ao tucano, deverá indicar o titular do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Já em relação à pasta de Agricultura, Reinaldo disse apenas estar analisando nomes depois da recusa do ex-presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Ademar da Silva Júnior de ocupar a pasta.  Reinaldo também anunciou hoje que manterá parte dos comisisoanos da gestão do atual governo, ams que irá analsiar durante os próximos três meses qual epcentual de corte. "Vamos mante alguns quadros, mas haverá cortes, pois precisamos economizar, pois vamos receber o Estado com mais despesas", disse.

Heloísa Lazarini e Leide Laura Meneses