11 de abril de 2021
Campo Grande 33º 22º

Vereador é condenado a pagar R$ 3 mil a Hospital do Câncer

O vereador Maurício Lemes (PSB) da Câmara Municipal de Dourados foi condenado a pagar R$ 3 mil para Hospital do Câncer do município como forma de pena. A decisão do juiz da 2ª Vara do Juizado especial, Lúcio Raimundo da Silveira  foi em função do envolvimento dos vereadores Maurício Lemes e Virgínia Magrini (PP) no infortúnio da “passada de mão” , fato polêmico ocorrido este ano no legislativo municipal douradense.

Na oportunidade foi determinado também que o pagamento ao hospital será efetuado em três parcelas de R$1 mil. Com acordo, o caso se dá por encerrado na Justiça. Nenhuma das duas partes poderá propor nova ação.

O episódio ocorreu no dia 08 de junho, durante foto após a entrega de uma moção Câmara Municipal de Dourados. Na ocasião, a vereadora disse que chegou a pensar que fosse outro vereador, porém, depois que afirmou que denunciaria o caso, Maurício Lemes veio até ela e pediu desculpas.

Com denúncia feita formalmente na Casa de Leis, na sessão seguinte ao fato foi para votação por parte dos colegas que aprovaram o início das investigações por parte da Comissão de Ética de Decoro Parlamentar da Câmara. Na época, a deliberação do processo administrativo do artigo 20, do código de ética e decoro parlamentar foi apoiada por 15 vereadores na sessão.