17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

SOLIDARIEDADE

Vídeo: Mãe pede ajuda para manter filho vivo; ela pode ser despejada da casa onde vivem

Daniel, segundo a mãe, teve paralisia cerebral após erro médico

Patrícia Rejane Madeira Abreu, de 52 anos, pede ajuda para não ser despejada da casa em que vive e cuida de seu filho Daniel Victor, de 14 anos, que tem paralisia cerebral e precisa ficar diuturnamente ligado a um aparelho que faz ventilação mecânica. Ela também pede ajuda para que não seja cortada a sua energia elétrica, já que o aparelho que o filho usa é ligado à energia. “Estamos com contas atrasadas, tenho muito medo de faltar luz”, introduziu. 

Patrícia mora sozinha com a criança em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte, e precisa de ajuda para manter a casa e custear o tratamento de Daniel. Ela recebe mensalmente um benefício de R$ 1045,00, mas segundo ela os gastos são superiores ao valor, já que somente com remédios para Daniel a mãe gasta o equivalente a R$ 2,5 mil. “Eu gasto com ele cerca de R$ 2.500 todos os meses, além das contas da casa”, explicou.

Ainda segundo a mãe, o aluguel custa R$ 600 e tudo piorou em dezembro, quando a criança passou a poder tomar apenas um tipo de leite, sem lactose. O custo é R$90 cada lata, são pelo menos 15 latas por mês.

Só o plano de saúde de Daniel custa mais de R$ 300. O garoto só consegue sair de casa de ambulância e o momento de lazer fica por conta dos programas com músicas exibidos na TV.

A mãe falou ao MS Notícias que necessita de todo tipo de ajuda que os que puderem fazer. “Preciso de doações em dinheiro e de vários tipos, como a fralda Big Fralda XG. É muito desesperador”, apelou. À reportagem Rejane disse que a paralisia do filho foi causada por erro médico. "Estamos com um processo a muitos anos na justiça contra os responsáveis, foi por erro médico que ele ficou assim", disse.  

VEJA O VÍDEO ONDE A MÃE EXPLICA TODA A SITUAÇÃO

Quem puder ajudar pode entrar em contato com Patrícia pelo número (31) 98647-3508 ou pelo facebook: @danielmadeira262.

Ou segundo ela, podem ser feitos depósitos na Caixa Econômica Federal em nome de Patrícia Rejane madeira Abreu. Agência: 0081/ OP: 013/ conta: 01384389-7/ CPF:741-916-246-87.