27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Zé Teixeira reage ao responder sobre contratos de empresas de Dourados com Assembleia

Deputado Zé Teixeira se irrita quando perguntado sobre contratos de empresas de Dourados, de proprietários ligados ao DEM, inclusive do filho do vereador Airton Saraiva, fornecedores da Assembleia.

O MS Notícias recebeu a informação, em forma de denúncia, de que a Assembleia Legislativa estaria beneficiando especialmente empresas de Dourados, de empresários ligados de alguma forma ao deputado Zé Teixeira (DEM), 1º secretário na atual legislatura.

Os casos denunciados foram publicados pelo Diário Oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, de 6 de outubro de 2015 e estranham que essas empresas, sem escritório na Capital, estejam prestando serviços para a Assembleia. Estranham também o fato de, segundo informações obtidas, conseguirem oferecer preços abaixo dos oferecidos pelas empresas da Capital, ainda que, por não terem filial em Campo Grande, deslocarem pessoal e produtos desde o município de Dourados, distante 230 quilômetros.

Foi prorrogado por 12 meses o contrato com a Pronta Comércio e Prestação de Serviços Ltda, de propriedade de Maruan Zaki Gebara, também proprietário da Tersul Terceirização de Serviços MS Ltda, ambas localizadas no mesmo endereço, Rua Onofre Pereira de Matos, 1571, Região Central de Dourados-MS, sendo que a Pronta funciona na sala 2, contrato de 12 meses a contar de 01/09/2015, no valor global de R$ 387.902,22, correspondente ao valor mensal de R$ 32.325,24.

A empresa Softgran Informática Ltda-ME, com sede em Dourados e serviços prestados para empresas da Região, ainda que não tenha escritório em Campo Grande, conseguiu prorrogação de contrato no valor total de R$ 29.341,07.

Outra empresa, classificada em licitação, é a Comuniart Comunicacao & Marketing Ltda. – EPP, de Dourados, cujo proprietário, Marcos Almir Munarin, que  compôs a comissão provisória regional do Partido Democratas, em 2007, conta com apenas 2 funcionários, e venceu licitação também em Campo Grande, sem escritório na região.

Por pregão presencial, a empresa Prime Clean Comércio, Limpeza, Conservação e Locação de Equipamentos Ltda-ME, de Vinicius do Nascimento Saraiva - filho do também empresário de produtos de limpeza e vereador na Capital, Airton Saraiva (DEM), investigado na Operação Coffee Break – foi a vencedora para “prestação de forma contínua dos serviços de limpeza, asseio e conservação diária, jardinagem e controle de pragas, com fornecimento de mão de obra, máquinas, equipamentos e material de consumo para a realização dos serviços para atender as necessidades da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, pelo período de 12 (doze) meses”. Valor do contrato: R$ 963.000,00 (R$ 80.250,00 mensais).

Todos os contratos foram assinados entre os dias 28 de setembro e 5 de outubro e publicados no Diário Oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul do dia 6 de outubro.

Destempero

Questionado sobre essas coincidências, durante a sessão de quinta-feira (8), o deputado Zé Teixeira, ainda que tenha procurado se desvencilhar da reportagem do MS Notícias, disse que sequer sabe onde fica a sala da licitação e que não importa se as empresas são de Dourados, se pertencem à pessoas ligadas ao seu partido (DEM), e que não existem pessoas do DEM, mas pessoas do Bem. Em relação à empresa Prime Clean, do filho de Airton Saraiva, afirmou que poderia ser até “filho de quenga”, desde que apresente um bom preço.

Visivelmente irritado e agressivo, disse que “se alguém tiver alguma suspeita, se acham que existe incorreção, que denunciem ao Ministério Público Estadual”.

Um caso tão simples, não deveria ter causado essa exacerbada irritação no deputado Zé Teixeira, ainda que havíamos explicado que, por dever de ofício, fizemos questão de ouvir suas razões.