22 de junho de 2024
Campo Grande 24ºC

Muricy desabafa o contra calendário, após contusão de Maicon

A- A+

O técnico do São Paulo, Muricy Ramalho concedeu entrevista coletiva  após a vitória por 2 a 1 sobre o Criciúma, no domingo, para desabafar contra o calendário do futebol brasileiro. Muricy estava irritado por perder mais um jogador por contusão, o meio-campista Maicon sentiu o joelho em Santa Catarina. "Não adianta a gente falar a mesma coisa de sempre. O que se faz com um time como o São Paulo, que joga três vezes em uma semana, é um absurdo. A cada jogo, perdemos um jogador. E vai chegar o momento em que vamos estourar todo o mundo. Já estou cansado disso. No vestiário, vejo o Kardec estirado, morto, o outro machucado, todo o mundo no gelo", reclamou. Muricy ainda disse que os jogadores do São Paulo não terão muito tempo para recuperação. O time chega à capital paulista na madrugada desta segunda-feira e já embarcará à tarde para Guaiaquil, onde enfrentará o Emelec pela Copa Sul-Americana na quarta-feira. O jogador Maicon "é o que mais preocupa" para a partida, conforme lembrou Muricy. "E é um jogador que faz a diferença porque tem uma passagem muito boa do meio para o ataque", lamentou o treinador. Segundo o site Terra, o jogador titular da posição é Souza. O atleta seria poupado durante todo o compromisso contra o Criciúma neste fim de semana, não estava nem com a camisa do São Paulo no banco de reservas, mas teve de ir a campo quando Maicon se lesionou. "Ele falou que iria para o sacrifício. Estou dependendo também da boa vontade dos jogadores", enfatizou Muricy. Em sua fala, o técnico fez questão de se precaver contra os críticos. "Não estou chorando nada, porque a gente só ganha. Nem preciso chorar. É um absurdo", repetiu, voltando ao ataque. "Essa é a realidade do futebol brasileiro. Ninguém se preocupa com o atleta. A gente só descansa e vai para o jogo, não treina. E ainda querem que o nosso futebol seja excelente. Desse jeito?", criticou. Leide Laura Meneses