29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

MEIO AMBIENTE

Operação resgata 170 filhotes de papagaio em Ivinhema

A operação é uma parceria do Imasul, Ibama e PMAs

Cerca de 170 filhotes de papagaios foram apreendidos na Operação Bocaiuva, que aconteceu de agosto até o fim de outubro. A ação é uma parceria com os fiscais do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) e policiais militares ambientais.

A operação aconteceu na região do Vale do Rio Ivinhema para reprimir o tráfico de animais silvestres. Os animais resgatados foram levados para o CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), onde recebem os cuidados para que sobrevivam e depois sejam devolvidos à natureza.

A zootecnista Ana Paula Felício, coordenadora da Unidade de Fauna da Gerência de Recursos Pesqueiros e Fauna do Imasul acredita que mesmo com a operação o fim do tráfico está diretamente relacionado com a consciência ambiental das pessas. “Enquanto tiver gente que compre, vai ter quem se arrisque a traficar”, observa.

Ela explica que existem criadores autorizados que comercializam papagaios verdadeiros, a espécie mais cobiçada, devido as imitações da voz humana. Não há necessidade de violar os ninhos para ter um animal de estimação. Dados do Projeto Papagaio Verdadeiro mostram que em 2018, 85% dos ninhos dessas aves foram violados na região do Vale do Rio Ivinhema. Neste vale existem muitos papagaios desta espécie e também é o local preferido dos traficantes pela proximidade com São Paulo, o mercado consumidor.

A zootecnista Gláucia Helena Fernandes Seixa é a idealizadora do projeto Papagaio Verdadeiro, que tem o objetivo de preservar esta espécie. Ela comenta que este tipo de ação fiscalizadora deveria existir com mais frequência. “Ações como essas devem se repetir todos os anos, no período reprodutivo da espécie (agosto a novembro), nesta e outras regiões do bioma Mata Atlântica e Cerrado”, explicou.

Os municípios de Bataguassu, Batayporã, Itaquiraí, Nova Andradina, Naviraí e Taquarussu, são áreas onde há ocorrências de apreensão de filhotes, conforme dados da PMA. Essas cidades precisam e atenção redobrada pelo alto índice. Em 2019 as ações foram concentradas nos municípios de Novo Horizonte do Sul, Jateí e Ivinhema.

As pesquisadoras lembram que já existem espécies consideradas como quase ameaçadas, como por exemplo o papagaio verdadeiro. Qualquer suspeita deve ser comunicada às Polícias Militar Ambiental, Militar, Federal, Rodoviária Federal ou Civil, ou ainda aos fiscais ambientais. O Ibama disponibilizou um telefone para denúncias, basta ligar para o número 0800 618080. É de graça e é anônimo.