14 de junho de 2024
Campo Grande 31ºC

Amanhã acaba a prorrogação da campanha de vacinação contra Sarampo e Pólio

A- A+

Nesta quinta-feira e amanhã são os dois últimos dias da prorrogação pela segunda vez da Campanha de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite, realizada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública). Com menos de 80% de crianças imunizadas, a campanha segue em todas as UBS (Unidades Básicas de Saúde) da Capital, até esta sexta-feira (19), durante o dia todo. A expectativa é de que os pais que ainda não levaram seus filhos para vacinar procurem as unidades de saúde para a imunização, nesta semana de mais um adiamento, perfazendo mais 20 dias, além da programação oficial do Ministério da Saúde, que ocorreu de 08 a 28 de novembro.

full_Vacina__o_Contra_Poliomielite

Campo Grande, como algumas cidades do Brasil, teve que prorrogar a imunização já em 1º de dezembro, por mais duas semanas, por não atingir a meta de vacinar 95% ou ter uma cobertura minima de 88% de suas crianças, após a Campanha Nacional ter ocorrido no mês passado. A primeira prorrogação foi até a última sexta-feira (12), sendo necessário a sequência por mais esta semana. Hoje, há um surto de sarampo no nordeste brasileiro, que pode se espalhar para outros Estados do Brasil.

Conforme Cássia Kanaoka, gerente técnica de Imunização da Sesau, na Capital, até agora, 78% das crianças foram imunizadas contra a Polio e 72% contra o Sarampo, da população alvo para a campanha contra a poliomielite, que em Campo Grande é de 54.155 crianças de seis meses a completar cinco anos, e para o seguimento contra o sarampo é de 47.385 crianças de um ano a completar cinco anos. “Estamos na corrida contra o tempo, pois precisamos afastar a possibilidade de surto dessas doenças no nosso Estado, garantindo a cobertura de 95% das crianças”, apela. A Campanha oficialmente, dentro dos 20 dias, ainda contou com dois sábados (8 e 22/11), com dia D da Vacinação, que se amplia os postos de trabalho, a centros comerciais e locais de grande fluxo do município. Contudo, a não mobilização dos pais, mesmo com o transtorno de chuvas neste dias D, foi preocupante, pois nos demais dias úteis o atendimento é feito nas unidades de saúde. Preocupação Este ano, volta a preocupação, pois em 2013, a Capital enfrentou dificuldade para alcançar os índices estabelecidos, sendo necessárias duas prorrogações, que a Sesau pretendia ter evitado neste ano. "Precisamos estar atentos e os pais ou responsável ainda mais, para não deixar a vacina em segundo plano e até perdê-la. Estamos todos os dias nos postos, mas como tem gente que precisa de um dia especial, vamos abrir por toda a cidade novos locais de atendimento", disse o secretário de Saúde, Jamal Salém. A gerente da Sesau ressalta que não podemos retroceder, que desde 1990 não são registrados casos de poliomielite no Brasil. Já o sarampo é uma doença infecciosa aguda, de transmissão pessoa a pessoa, de elevada contagiosidade e apresenta elevada morbi-mortalidade entre as crianças menores de cinco anos, principalmente as desnutridas e imunodeprimidas. “A preocupação é que há um surto de sarampo no nordeste brasileiro, com mais de 600 casos confirmados. Os pais precisam se conscientizar sobre a importância da imunização para a saúde da criança e também para deixar a doença longe do nosso Estado”, lembra Cássia. *** A vacinação acontece em todas as UBS de Campo Grande, das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas.

Redação