12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Casa do Turismo terá artesanato e venda de pacotes turísticos

A- A+

Foi inaugurada hoje a Casa do Turismo, em Campo Grande. No prédio o turista irá ter informações sobre as principais entidades de classe e organizações do trade turístico da cidade. A nova estrutura está sob a coordenação da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, de Ciência e Tecnologia, e do Agronegócio) e busca fomentar essa atividade econômica em Campo Grande e consolidar mais um ponto de referência ao turista.

Segundo Natal Baglioni Meira Barros, titular da Sedesc, a Casa do Turista é o símbolo do sinergismo e empenho de todos. “isso só foi possível graças a união de todas as entidades. Nesta casa estará localizada todas as principais entidades que trabalham com turismo e que trabalham no sentido de desenvolver o turismo. Nós queremos fazer mais por Campo grande e sabemos que dependemos uns dos outros. Aqui nós teremos facilidade de nos reunir, de trocar ideias, vender artesanatos e pacotes turístico”, afirmou.

O local será administrado pela Superintendência de Turismo que tem equipe e um departamento específico para o fomento a atividade turística. Segundo a superintendente do Turismo, Maria do Carmo Petelinkar, com a criação deste espaço a expectativa é de que seja ampliado o atendimento ao turista. “Outro ponto importante é a centralização das associações de classe do turismo da Capital”, pontuou Maria do Carmo.

Durante a inauguração a superintendente entregou o Prêmio Nacional, na categoria de Atrativos Turísticos e Serviços, para o secretário de Sedesc, Natal  Barros, que recebeu nesta terça-feira em Brasília. O prêmio é organizado pelo Sebrae Nacional, Ministério do Turismo e Fundação Getúlio Vargas e premia as melhores cidades em turismo, em 13 dimensões e Campo Grande ficou com a categoria Atrativos e Serviços. “É o quinto ano que Campo grande recebe este prêmio, e neste ano foi na categoria de atrativos e serviços e estamos muito felizes e empenhados em trabalhar mais por Campo Grande”, disse Maria do Carmo

No local ainda terá espaço para exposições, venda de peças artesanais, divulgação e comercialização de passeios nas propriedades rurais de Campo Grande. “A intenção é dar espaço para os produtos produzidos na cidade e no Estado, reforçando o comércio do artesanato e do produto manufaturado local”, explicou a Superintendente. A Casa do Turismo irá funcionar de segunda a domingo das 8 horas às 18 horas.

O projeto também tem a parceria, do Convention e Visistors Bureau, Singtur (Sindicato Estadual Guias de Turismo Mato Grosso do Sul), ABHI (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Abrasel, (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), CAT (Centro de Atendimento ao Turista), ACTUR (Associação Campo-Grandense de Turismo Rural), ABLA (Associação Brasileira de Locadores de Automóveis/MS) e Associações de Artesanatos de Campo Grande.

Leide Laura Meneses