28 de fevereiro de 2024
Campo Grande 23ºC

CAPITAL

Colóquio sobre diversidade e pluralidade humana reúne mais de 100 servidores da Reme

A- A+

Colóquio com o tema voltado à diversidade e pluralidade humana, para desconstruir discurso de ódio e preconceito, foi realizado na tarde desta sexta-feira (8), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Na ocasião, mais de 100 servidores da Reme (Rede Municipal de Ensino), entre professores, diretores e coordenadores, estiveram presentes.

Segundo o chefe da Divisão de Políticas Específicas de Educação da Semed, Felipe Augusto da Costa Souza, o colóquio é uma roda de conversas sobre os direitos humanos de todos os alunos da Reme. "Esse colóquio é para que a gente possa levar essa política específica dentro das unidades, nas escolas de Educação Infantil principalmente, para mostrar os direitos que os alunos têm, para levar subsídio de trabalho para os diretores, professores e coordenadores. A Divisão está empenhada no trabalho de levar as políticas específicas para as escolas".

A professora do grupo 4 da Emei Clebe Brazil, Sheila Azevedo, considera importante fazer esse chamamento junto à comunidade escolar. "Para que os gestores e professores possam trabalhar a diversidade com os alunos, porque nosso público na escola é diverso. O colóquio é importante para sabermos como trabalhar com os alunos em sala e isso ser trabalhado no currículo escolar, para que os alunos possam se sentir representadas".

Segundo a assistente do grupo 3 da Emei Aero Rancho, Adriana Souza Cássio, na escola está sendo trabalhado com os alunos a questão das etnias. "Não só africana, mas todas. Temos projetos em execução que contam as histórias de Portugal, Japão, Paraguai, além da culinária e dança. Todas as salas têm um tema e cada turma trabalha uma etnia".

Conforme a superintendente de Políticas Educacionais da Semed, Ana Cristina Dorsa, é preciso ampliar o repertório e aproximar as temáticas para que ninguém desconheça o assunto da diversidade. "É preciso ampliar conhecimento, as ações precisam acontecer desde cedo, pautadas com nossos diretores, precisamos ampliar além de 20 e novembro e 19 de abril, não é só naquela data".

A subsecretaria de Direitos Humanos, Thais Helena Vieira Rosa Gomes da Silva, afirmou que é preciso avançar mais no assunto da diversidade. "Precisamos ter uma sociedade de respeito, precisamos desmistificar. O Direitos Humanos é fundamental para todo mundo, da liberdade, da moradia, de ir e vir, direito a ser respeitado, a ser diferente. Essa diversidade que constrói o colorido do dia a dia".

Fonte: Prefeitura de Campo Grande - MS